Vereadores rejeitam pedido de explicações à Prefeitura sobre gastos contra a Covid Três requerimentos foram feitos pela vereadora Carol Magalhães, direcionados ao secretário municipal de Saúde e a prefeita de Santana do Ipanema.

22 fev 2021 - 09:55

Vereadora Dra. Carol Magalhães propôs requerimento para saber detalhes dos gastos da Covid-19 em Santana do Ipanema (Foto: Assessoria)

A maioria dos vereadores da Câmara Municipal de Santana do Ipanema decidiu rejeitar três requerimentos que pediam explicações sobre o uso dos recursos obtidos pela Prefeitura de Santana do Ipanema para o combate à Covid-19. Os documentos foram feitos pela vereadora Dra. Carol Magalhães, do Cidadania.

A Casa Tácio Chagas Duarte teve uma sessão rápida na última sexta-feira (19), já que poucos parlamentares usaram os microfones da tribuna e somente estavam na pauta os requerimentos da vereadora Dra. Carol. Após a leitura, foi aberta a votação e sete vereadores se manifestaram contra os pedidos da colega.

Os edis Elielson, Josefa Eliana, Manoel Wanderley (Devá do Óleo), Mário do Laboratório, Roberto Oliveira, Tanila Almeida e Zezito Teles, todos do MDB, votaram contra o requerimento direcionado ao secretário municipal de Saúde, Ricardo Rosa e à prefeita do município, Christiane Bulhões.

Somente o vereador Júnior Meirica (e a própria Carol) votaram pela aprovação. O presidente da Câmara, vereador Moacir Júnior não votou e o vereador Genildo Bezerra, o Papa Tudo, esteve ausente na sessão de hoje.

Falou nas redes

A autora das propostas se manifestou nas suas redes sociais, frisando que o principal papel do vereador é fazer o trabalho de fiscalização, seja ele um parlamentar aliado ou opositor da gestão municipal.

“Apresentei esses requerimentos a fim de saber como a Prefeitura de Santana do Ipanema está gastando um dinheiro que vem de todos nós, pagadores de impostos. Vou continuar a buscar por respostas sobre esse assunto, seja dentro ou fora da Câmara Municipal”, asseverou Carol.

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação compartilhada por Edson Magalhães (@edsonmagalhaes23)

Por Assessoria / Dra. Carol Magalhães

Comentários