Vereador de Maceió é conduzido à sede da PF por suposta compra de votos Atendimentos médicos foram realizados constantemente em sede de ONG no bairro do Vergel.

01 nov 2017 - 09:30

Câmara Municipal de Maceió (Foto: Vanessa Alencar / Alagoas 24 Horas)

A Superintendência Regional da Polícia Federal (PF) em Alagoas está desencadeando, nesta quarta-feira (1º), ação policial denominada “Operação Pense Maceió”, com o cumprimento de seis Mandados de Busca e Apreensão um de Condução Coercitiva expedidos pela 3ª Zona Eleitoral do Estado de Alagoas, em Maceió, todos cumpridos na capital alagoana.

A ação tem objetivo de instruir inquérito policial instaurado com a finalidade de apurar a suposta prática do crime previsto no artigo 299 do Código Eleitoral Brasileiro, “dar, oferecer, prometer, solicitar ou receber, para si ou para outrem, dinheiro, dádiva, ou qualquer outra vantagem, para obter ou dar voto e para conseguir ou prometer abstenção, ainda que a oferta não seja aceita.”

A PF investiga indícios de oferecimento de serviços médicos e odontológicos gratuitos em troca de votos supostamente praticada por um vereador de Maceió e por pessoas a ele relacionadas, durante a campanha eleitoral do ano de 2016.

Veja a matéria completa no Tribuna Hoje

Comentários