Vai de Black Friday? Veja equipamentos mais eficientes no consumo de energia Tecnologia inverter aliada a boa utilização pode reduzir o consumo em até 40%.

15 nov 2021 - 11:36

Ar condicionado é um dos aparelhos que, se bem escolhido, pode economizar energia (Foto: Lucas Malta / Alagoas na Net)

Novembro chegou e com ele as aguardadas compras de final de ano. Os eletrodomésticos estão entre os produtos mais procurados nas lojas físicas ou virtuais. Em meio a expectativa para renovar os equipamentos de casa, a Equatorial Alagoas lembra que é preciso ficar bem atento para que a corrida para aproveitar as promoções não acabe pesando no bolso em relação ao consumo de energia. Seguir algumas dicas, no entanto, podem reduzir a conta de luz.

O primeiro passo é conhecer o perfil da residência antes de decidir o tipo de equipamento a ser adquirido. Quantas pessoas farão uso dele? Quais os hábitos de consumo delas? E em que ambiente o equipamento será utilizado? São pontos que precisam ser pensados antes da compra.

É importante dar preferência aos eletrodomésticos que possuam o Selo Procel ou que são classificados na categoria “A” do Inmetro, já que são os mais eficientes, por consumirem menos energia.

Outra dica muito importante na economia do produto é a tecnologia utilizada nele. Eletrodomésticos com sistema inverter estão sendo cada dia mais conhecidos e procurados. Esta tecnologia proporciona um controle de velocidade do compressor, impedindo o chamado “liga e desliga”, que gera mais gastos.

No sistema inverter, quando o aparelho atinge a temperatura ideal, ela se mantém constante, resultando em menor consumo de energia. A forma como o aparelho é utilizado no dia a dia também influencia no consumo.

A gerente de Relacionamento com o Cliente da Equatorial Alagoas, Patrícia Moraes, lembra que estes produtos podem ser de valor mais elevado no momento da compra, mas acabam gerando uma economia durante o uso, que vale a aposta.

“Esta tecnologia está cada dia mais presente nos imóveis. Neste período de fim de ano, com 13º circulando, temos promoções que acabam movimentando o comércio. A gente sempre lembra que o consumidor precisa avaliar bem a promoção, não apenas no momento da compra, mas também a médio e longo prazos. Os equipamentos com sistema inverter, mesmo durante as promoções, costumam ser mais caros, justamente pela tecnologia empregada. Mas o diferencial está no consumo diário. Eles são muito mais econômicos. A aquisição aliada a boa utilização pode proporcionar uma redução de até 40% do consumo. Ou seja, no final, o que parece ser mais caro, acaba saindo mais barato”, explicou.

Confira abaixo mais orientações que devem ser levadas em consideração ao comprar um equipamento:

Ar-condicionado

• Ao comprar um ar-condicionado, deve-se observar a dimensão do ambiente, a quantidade de pessoas que farão uso e a quantidade de equipamentos eletrônicos do local;
• Observe a potência do aparelho, indicada para o ambiente. Em alguns casos, isto pode trazer problemas para o equipamento, aumentando custos com manutenção e consumo de energia, além de demorar mais para gelar o cômodo;
• Se o cômodo ficar diretamente exposto ao sol, é preciso escolher um aparelho com uma capacidade de ventilação maior, mas o ideal é instalar em uma parede que não leve calor.

Geladeira

• Para residências em que moram até duas pessoas, refrigeradores de 250L a 300L podem atender as necessidades; casas e famílias com mais de três integrantes precisam de um equipamento com maior capacidade de armazenamento, acima de 360L;
• Além da quantidade de moradores da casa, é preciso observar a rotina. Quem tem o costume de armazenar carnes e comidas congeladas precisará de um freezer maior. Já as famílias que fazem compras com frequência e que consomem todos os alimentos em pouco tempo, podem optar por um modelo menor;
• Ligada 24 horas por dia, sete dias por semana, a geladeira corresponde por cerca de 30% do consumo mensal. O abre e fecha desnecessário do eletrodoméstico é um dos hábitos que faz essa conta aumentar. Cada vez que a porta se abre, o motor é acionado para baixar a temperatura. É preciso pensar no que se quer e, quando abrir, pegar tudo de uma vez;
• Verifique sempre a borracha de vedação da geladeira.

Máquina de lavar

• Lavadoras de até 9 kg podem ser mais do que suficientes para casas com até duas pessoas; para famílias grandes, especialmente com crianças, máquinas acima de 12 kg são ideais. Além de utilizar mais peças, é esperado que a frequência das lavagens seja maior;
• Para economizar energia na lavagem das roupas, uma das principais dicas é reunir uma boa quantidade de peças para colocar na máquina obedecendo o limite do equipamento e usar os ciclos corretos para cada tipo de tecido;
• Máquinas que lavam e secam, são mais práticas, porém gastam mais energia. Se no imóvel há espaço ou incidência direta de sol para secagem da roupa, deve-se dar preferência pelas máquinas de lavar tradicionais.
Traçando o perfil da residência, com a análise do ambiente, da quantidade de moradores e de seus hábitos, tudo isso aliado a um consumo consciente, é possível aproveitar melhor as promoções e garantir que a economia seja também na conta de energia.

Por Assessoria / Equatorial Alagoas

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.