Trabalhadores da Eletrobras param serviços por 72 horas

11 jun 2018 - 10:30

Foto: Assessoria Eletrobras

Trabalhadores da Eletrobras Alagoas se reúnem no prédio sede da distribuidora de energia na manhã desta segunda (11), para marcar o início da paralisação dos serviços por 72 horas.

O movimento, que é nacional, pede a saída do presidente da Eletrobras, Wilson Pinto, e é contrário à venda da distribuidora. “Estamos com a campanha “fora Pinto”, que é o presidente da Eletrobras, que só vem atacando os trabalhadores. Quer vender a empresa a preço de banana”, critica o presidente do Sindicato dos Urbanitários em Alagoas, Nestor Powell.

No último dia 05, uma decisão da Justiça do Trabalho do Rio de Janeiro determinou a suspensão do processo de venda de cinco distribuidoras de energia elétrica da Eletrobras, entre elas a Ceal.

Serviços mantidos

Apesar da decisão da Justiça trabalhista para que a categoria mantenha 75% dos serviços durante a paralisação de três dias, os trabalhadores irão decidir se atendem a determinação em uma assembleia marcada para as 11h.

Por enquanto, estão mantidos serviços essenciais como manutenção de cabos partidos, postes quebrados, queima de transformador ou religamento em caso de falta de energia. Corte e atendimento ao público, por exemplo, não serão realizados.

Por TNH1 

Comentários