Sobre Sérgio Campos

Sérgio Soares de Campos, nasceu em 11 de novembro de 1961, em Santana do Ipanema, Alagoas. Possui crônicas publicadas em sites e livros como: À Sombra do Umbuzeiro e À Sombra do Juazeiro. É membro idealizador e cofundador da Associação Guardiões do Rio Ipanema (Agripa). Criou o projeto musical Canteiro da Cultura, lançado dia 14 de dezembro de 2019.


Sob a Sombrinha é Frevo

13 fevereiro 2021


Concurso de Passista Categoria Adulto Masculino e Feminino e Frevo de Rua (Foto: Allan Torres / PCR / 2016 / Fotos Públicas)

Este ano, devido a pandemia causada pelo coronavírus, não teremos carnaval em nenhum local do Brasil, no entanto, isso não impede de continuarmos a valorizar as nossas tradições culturais, a exemplo do frevo, natural do vizinho estado de Pernambuco, mas vivenciado em todo o Brasil, no período momesco.

Em 2020 nós lançamos e divulgamos o frevo Saudade dos Carnavais de Santana do Ipanema, o qual faz parte do projeto Canteiro da Cultura.

Este ano de 2021, em parceria com o escritor santanense e colega do Ginásio Santana, hoje residente em Santa Catarina, Marcello Almeida, nós lançamos, nas redes sociais, a música Sob a Sombrinha é Frevo, na qual, ele compôs a letra e eu construí a melodia, bem como, o músico Frank Ballada completou com os arranjos.

Assim, nós mantemos a riqueza cultural de nossa cidade, sem com isso buscarmos qualquer tipo de recurso financeiro ou política, mas com a grande intenção em divulgar os valores da nossa terra, considerada a “Cidade dos Escritores”, local onde nasci, me criei e vivo feliz até hoje.

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação compartilhada por 💻Alagoas na Net📰 (@alagoasnanet)

Sob a Sombrinha é Frevo

Essa chuva já não chove
No mesmo ritmo dos pés
Sob a sombrinha é frevo
Não vem quem não quiser
E o povo pula nas ruas
Nesse ritmo fervilhante
Mas o importante agora
É o ritmo novo pra gente

Lavar as mãos
Usar máscara
Vamos manter a distância
Desde a infância à velhice
Vamos ouvindo a ciência
A luta é justa
O caso é sério
Não se brinca e é verdade
Usar máscara salva vidas
Agora em nossa cidade

Comentários