Sistema gera energia a partir de resíduos de frango

25 mar 2013 - 16:58


Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Entre as mais variadas formas de geração de energia, a Universidade Estadual Paulista – Unesp – encontrou uma inusitada: aproveitamento de resíduos de frango descartados por granjas.

Segundo a Agência Brasil, o material teria condições de ser virar energia elétrica por meio da produção de biogás.

Um equipamento construído no campus da Universidade em Jaboticabal conseguiu tornar o feito possível ao separar os dejetos em partes líquidas e sólidas para melhorar o desempenho dos biodigestores.

“A proposta é transformar a criação de animais em sistemas sustentáveis de produção”, declarou o pesquisador Airon Magno Aires, criador do equipamento durante sua tese de doutorado em zootecnia.

De acordo com ele, o produtor de frangos de corte necessita em média de 26,5 quilowatt-hora de potência por cada galpão avícola. Com o invento, um galpão de frangos de corte pode gerar 65.250 metros cúbicos de biogás, os quais podem ser convertidos em 110,1 megawatts de energia.

A geração de biogás ocorre pela utilização de micro-organismos para degradação da matéria orgânica contida nos resíduos. Esse processo gera um composto de gases que pode ser convertido em energia.

O pesquisador defende que a novidade desse trabalho é que, antes de colocar os dejetos no biodigestor, é feito um pré-processamento, separando-os em líquido e sólido, diferenciando a qualidade do material.

O invento também permite a diminuição dos gases de efeito estufa, porque as avícolas costumam usar lenha para aquecer os galpões nos primeiros 15 dias de vida das aves. Aires estima que a substituição de energia poderá reduzir o consumo em até 8 toneladas de gás carbônico.

Por Olhadigital

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.