Sesau inicia no Sertão a triagem para realização de Maratona de Cirurgias Ação visa zerar fila reprimida de procedimentos cirúrgicos gerada durante a pandemia da Covid-19; população da região de Delmiro e Santana é a primeira beneficiada

Ruana Padilha/ Sesau

21 jun 2022 - 18:02


População realizou exames pré-operatórios em Santana e Delmiro (Foto: Carla Cleto / Sesau)

Milhares de sertanejos estiveram em Santana do Ipanema e Delmiro Gouveia, nesta terça-feira (21), onde foram submetidos a consultas e exames pré-operatórios, para serem contemplados pela Maratona de Cirurgias. Os procedimentos serão realizados nos dias 27 e 28 deste mês. O programa, criado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) para zerar a fila de espera por procedimentos cirúrgicos, em decorrência da pandemia da Covid-19, vai contemplar 2.491 alagoanos até novembro deste ano.

Os pacientes, encaminhados pelas Secretarias Municipais de Saúde (SMSs) dos municípios sertanejos, estão sendo triados, até esta quarta-feira (21), no Hospital Clodolfo Rodrigues, em Santana do Ipanema, e no Hospital Regional do Alto Sertão (HRAS), em Delmiro Gouveia. A Maratona de Cirurgias é uma ação inspirada no Opera Alagoas, programa também criado pela Sesau e que foi paralisado em 2020, devido ao avanço do novo coronavírus em Alagoas.

Durante a triagem, os usuários estão sendo submetidos a consultas nas áreas de clínica geral, pediatria, ginecologia, obstetrícia, oftalmologia e ortopedia. Além de exames laboratoriais, também estão sendo disponibilizados exames de imagem, como ultrassom, tomografia e eletrocardiograma para agilizar o diagnóstico, culminando com o agendamento da cirurgia.

CATARATA

Acompanhada da neta, Sônia Aristide, a dona de casa Maria do Carmo Feitosa, de 104 anos, concluiu as etapas para a realização de cirurgia de catarata no olho esquerdo. Ela realizou uma consulta com o oftalmologista, além de exames pré-operatórios para o dia da cirurgia.

“A Maratona de Cirurgias está sendo ótima! Ficamos sabendo dela há oito dias e nos encaminharam para cá. Estávamos fazendo os exames pagando e já gastamos muito, mas, graças a Deus, agora está dando certo. Já passamos pela consulta e agora só aguardar o dia da cirurgia”, comemorou a dona de casa centenária.

Esperando na fila há mais de dois anos para realizar uma cirurgia no útero, a moradora do Povoado Pai Mané, no município de Dois Riachos, Erivalda Melo, de 53 anos, enfatizou que está aliviada por poder realizar as consultas e exames para o procedimento cirúrgico. “Estou muito ansiosa e feliz em poder me consultar no mutirão, porque estava esperando desde a pandemia da Covid-19 por essa cirurgia e, graças a Deus, agora conseguirei fazer”, disse.

Entusiasmado, o morador de Santana do Ipanema Cícero Silva, de 53 anos, ressaltou a importância do mutirão. “Já estava esperando para fazer minha cirurgia de hérnia há muitos anos. Sei que vai dar tudo certo”, salientou.

Durante a maratona, o secretário da saúde, Gustavo Pontes de Miranda, enfatizou que a Maratona de Cirurgias representa apenas o começo dos grandes projetos que estão sendo preparados para qualificar, ainda mais, a saúde pública estadual.

“É uma honra muito grande estarmos começando a Maratona de Cirurgias pelo Sertão. Nós sabemos das demandas reprimidas de cirurgias e exames durante a pandemia da Covid-19. Quero dizer que hoje é só o início e que iremos manter o programa até o fim da demanda reprimida, até o último paciente que precisar de cirurgia”, destacou.

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.