Santana: Servidores da Educação protestam contra falta de respostas do Executivo

21 jun 2017 - 21:17

Categoria buscava posicionamento oficial do município sobre pautas já debatidas desde o inicio do ano.

Manifestantes estiveram na frente da Prefeitura (Foto: Cortesia / Alagoas na Net)

Servidores municipais da Educação de Santana do Ipanema foram às ruas nesta quarta-feira (21) para cobrar respostas do Poder Executivo sobre alguns direitos e garantias pleiteadas. Os trabalhadores partiram da sede da Câmara de Vereadores e marcharam até a Prefeitura, onde ao final foram recebidos pelo prefeito Isnaldo Bulhões.

Professores, auxiliares, motoristas e demais trabalhadores levaram cartazes e entoaram palavras de ordem na frente da Sede do Executivo. Uma das faixas dizia: “Trabalhadores em educação motivados sem garantia dos seus direitos. Que reconstrução é essa prefeito?”, questionou os servidores, em alusão ao lema da atual administração municipal.

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação em Alagoas (Sinteal) – Núcleo Santana, Cristina Alves, relatou que o ato de hoje foi decidido ainda na semana passada, quando a categoria optou por se manifestar caso o gestor não se pronunciasse oficialmente sobre os assuntos debatidos desde o inicio do ano.

“A paralisação de advertência aconteceu devido a morosidade na entrega de folhas para estudo de impacto orçamentário na implementação da data base. A negociação foi para um reajuste de 7.64%, mas também reivindicamos o cumprimento de enquadramento para todos os servidores da educação, não apenas os que saíram do estágio probatório”, relatou a líder sindical.

Cristina afirmou que o prefeito esteve com os dirigentes e ordenou a entrega das folhas, se comprometendo ainda em receber a entidade nesta quinta-feira (22), para que junto ao procurador sanar as demais pendências. “O secretário de Administração comprometeu-se em implementar a progressão horizontal conforme o PCCV da educação, automaticamente e para isso irá designar sua equipe para fazer o levantamento dos profissionais que estão com perca salarial”, completou a presidente do Sinteal em Santana

Por telefone, a secretária municipal de Educação, Jaqueline Damasceno falou com a reportagem do Alagoas na Net. Ela informou que tem respondido a todas as reivindicações do Sinteal e que toda documentação solicitada pela presidente já foram entregues.

Por Lucas Malta / Da Redação

Comentários