MP-AL vai investigar sanidade da mãe suspeita de matar filha no Sertão O órgão quer verificar se de fato a acusada é portadora de problemas psicológicos e qual a extensão da doença.

25 jan 2021 - 19:42


Promotor Kleytionne Sousa (Foto: Reprodução / Instagram)

O Ministério Público Estadual (MPE/AL), através da Promotoria de Justiça de Maravilha, se manifestou nesta segunda-feira (25) sobre o brutal assassinado da menina Brenda Carollyne Pereira, de apenas 5 anos, morta supostamente por sua mãe, uma mulher de 30.

Em vídeo gravado divulgado pelo MP, o promotor Kleytionne Sousa se manifestou pela instauração de um incidente de insanidade, pedindo inclusive uma internação da acusada num hospital de custódia e tratamento psiquiátrico. O objetivo do órgão é verificar se de fato a acusada é portadora de problemas psicológicos e qual a extensão da doença.

“Em virtude das circunstâncias que se apresentaram, principalmente com fortes indícios que a genitora da vítima possuí problemas psiquiátricos, e que talvez, inclusive estivesse em surto, o MP deixa de pedir a sua prisão preventiva, mas considerando a gravidade do crime, manifestou-se pela internação do hospital de custódia e tratamento psiquiátrico”, declarou o promotor.

Veja abaixo vídeo completo do MP-AL:

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação compartilhada por 💻Alagoas na Net📰 (@alagoasnanet)

Por Lucas Malta / Da Redação

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.