Segurança Pública de Alagoas apresenta balanço geral de Carnaval na quinta

01 mar 2017 - 11:15

Instituições ligadas à SSP apresentarão seus relatórios, em coletiva, na sede da Secretaria.

Foto: Divulgação PM

Foto: Divulgação PM

A Secretaria de Segurança Pública (SSP), apresentará na quinta-feira (2), o balanço geral do período carnavalesco 2017. Primando pela transparência, todas as instituições ligadas à SSP (CBMAL, PCAL, PMAL e Perícia) apresentarão a prestação de contas dos registros feitos da sexta-feira (24), à noite, até a quarta-feira (1) pela manhã.

De plantão, o Núcleo de Estatística e Análise Criminal (Neac), da SSP, tem alimentado diariamente o site oficial com postagens de números e identificação de ocorrências. Todos os dados são catalogados mediante o repasse individual.

Segundo levantamento parcial do Neac, até a manhã desta terça-feira (28), nenhum homicídio registrado teria relação com a festa do Momo.

Conforme o Neac, das ações criminosas, o roubo tem o número mais elevado, chamando a atenção também para casos Maria da Penha e embriaguez ao volante.

O secretário da Segurança Pública alagoana, Lima Júnior, acompanha diariamente os registros. “Tivemos  constatações fora da folia, nenhum crime em local da festa, o que pode ser considerado como um final de semana alheio a festividades.  No balanço geral daremos todos os detalhes, por instituição, como na apresentação do plano operacional. Ressaltando que trabalhamos sempre de forma transparente”, concluiu o secretário.

Polícia recupera sete veículos durante os primeiros dias de carnaval

Os primeiros dados confirmados pelo Núcleo (Neac) durante o período carnavalesco – da sexta-feira (24), à noite, até amanhã de domingo (26) – comprovaram que a estratégia adotada pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) foi eficaz. Segundo o levantamento divulgado na segunda-feira (27), não houve nenhuma ocorrência grave relacionada à folia de Momo em Alagoas.

Na capital e no interior, as Polícias Civil (PCAL) e Militar (PMAL) e o Corpo de Bombeiros (CBMAL) foram acionados para situações alheias às comemorações de Carnaval. Apenas um desacato e um furto foram constatados em festas.

Em 36 horas de festa contabilizadas , no relatório da PMAL , há 29 ocorrências por perturbação de Sossego; 12 pessoas foram interceptadas por embriaguez  ao volante, dois atropelamentos e três colisões, sendo uma frontal, outras cinco por porte ilegal de arma de fogo, dez por vias de fato. Foram identificados cinco casos de tráfico de entorpecentes, 12 disparos de arma de fogo em via pública, 18 ameaças, 21 lesões e foram recuperados sete veículos.  

Nas estatísticas, foram registrados nesse período nove mortes sendo um feminicídio, além de outras 35 ocorrências de menor potencial.

A Polícia Civil registrou, ainda, duas tentativas de homicídio, 49 roubos, 31 extravios, 16 danos, 14 lesões, 13 furtos, 10 casos de Maria da Penha, mais  sete de porte ilegal de arma, seis de ameaça, um de direção perigosa e outro de tráfico de entorpecentes. Além de mais 60 ocorrências de menor potencial.

Bombeiros

As equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas para oito combates a incêndios, dois afogamentos, um acidente com vítima e três colisões, além dos atendimentos pré-hospitalares. O Falcão 5, do Grupamento Aéreo, conveniado  com a Secretaria de Estado da Saúde também resgatou vítimas de acidentes e operacionou traslados de pacientes do interior para o Hospital Geral do Estado (HGE).

Por Dulce Melo / Agência Alagoas

Comentários