Santanense vai a júri nesta 5ª por acidente que matou um e deixou dois feridos Acidente aconteceu na rodovia AL 130, entre as cidades de Santana do Ipanema e Olho d'Água das Flores.

11 set 2019 - 18:30

Acidente deixou uma pessoa morta e dois feridos (Foto: Lucas Malta / Alagoas na Net)

A 3ª Vara Criminal de Santana do Ipanema leva a júri, nesta quinta-feira (12), o réu José Aparecido de Oliveira, sob acusação de ter causado o acidente que vitimou Adailton Rodrigues dos Santos e causou ferimentos em mais dois passageiros. O julgamento será conduzido pelo titular da unidade, juiz Leandro de Castro Folly.

Segundo a denúncia do Ministério Público, o réu dirigia alcoolizado na rodovia AL-130, fazendo zigue-zague. Adailton dirigia um caminhão em direção contrária, e perdeu o controle após colidir com o carro. Na sequência, chocou-se com uma árvore. O motorista veio a óbito.

As outras duas vítimas também estavam no caminhão. Altamiro Valentim de Oliveira e Jivaldo Alves da Silva, tiveram lesões graves. Altamiro precisou amputar sua perna direita e sofreu risco de vida, enquanto Jivaldo sofreu debilidade permanente, com perda muscular na perna esquerda.

O réu será julgado pelos crimes de homicídio doloso, condução de veículo automotor em via pública sob a influência de álcool, lesão corporal gravíssima e lesão corporal grave.

A defesa

Por telefone, o advogado de José Aparecido, Ubiratan Alves Dantas, relatou que deve pedir, como primeira linha de defesa, a absolvição do réu, alegando que o caminhão foi quem invadiu a contramão e se chocou com o veículo do acusado.

“Vou apresentar um croqui da Polícia Militar onde mostra claramente que na posição final dos carros se traça uma rota de como aconteceu a colisão”, argumentou o defensor do réu.

O acidente

O acidente envolvendo o professor Aparecido e as três pessoas do caminhão aconteceu em 14 de dezembro de 2012. Para relembrar o caso, CLIQUE AQUI.

Da Assessoria TJ-AL com edição da Redação

Comentários