Santanense morre atropelado enquanto fazia caminhada em Major Izidoro Sinistro ocorreu na rodovia AL 120 e motorista que atingiu a vítima parou e procurou a polícia.

13 abr 2020 - 14:01

Acidente aconteceu às margens da rodovia AL 120 (Foto: Reprodução / Redes Sociais)

O santanense Manoel Ferreira Rocha, de 55 anos, mais conhecido por “Nainha”, morreu na manhã desta segunda-feira (13), vítima de um atropelamento na rodovia AL 120, em Major Izidoro, município do Médio Sertão de Alagoas.

Segundo informações obtidas com familiares, Manoel fazia caminhada às margens da pista, por volta das 7h, quando acabou atingido por um caminhão. Diferente do que foi noticiado por alguns veículos, o condutor parou e informou a polícia sobre o sinistro.

O irmão da vítima, radialista Dorgival Rocha, conhecido por Doginho, informou ao site Alagoas na Net que esteve no local do acidente e que o motorista disse que acabou invadindo o acostamento após outro veículo tentar uma ultrapassagem.

Dorgival também soube que após ser atingido, seu irmão acabou sendo arremessado para um açude, ao lado da pista. “Quando cheguei já tinham tirado ele do açude. Não sei dizer se morreu da pancada ou talvez afogado. Ali era um local perigoso, ele sabia disso, mas fazia caminhada constantemente, pois é perto da sua casa”, relatou o comunicador ao site.

A reportagem também conversou com o delegado Rosivaldo Vilar, responsável pela Delegacia Distrital de Major. Ele também confirmou que o motorista não se omitiu no caso e está sendo prestando todos os esclarecimentos à Polícia Civil.

Vítima nasceu em Santana, mas morava em Major há anos (Foto: Reprodução / Redes Sociais)

Santanense em Major

Manoel Ferreira Rocha nasceu em Santana, mas foi morar há muitos anos em Major Izidoro, desde que passou no concurso público para uma instituição bancária. 

Ele deixou esposa e um casal de filhos. Segundo a família, o velório do sertanejo se iniciará em sua residência em Major, que fica em frente ao Hospital da cidade.

Na manhã de terça, seu corpo será trazido para Santana do Ipanema, onde ele também passará por um velório no Memorial Osacre, na Rua Delmiro Gouveia, a partir das 8h. Às 10h o féretro será levado ao Cemitério Santa Sofia.

Por Lucas Malta / Da Redação

Comentários