Santana: Secretário de Educação divulga novos pagamentos, desta vez para contratados

04 nov 2016 - 17:59

Titular da pasta havia previsto paramento para o dia 10, mas nesta sexta-feira (4) antecipou o repasse.

Salário já está na conta do servidor de Santana do Ipanema (Foto: Divulgação)

Salário já está na conta do servidor de Santana do Ipanema (Foto: Divulgação)

O Secretário Municipal de Educação de Santana do Ipanema, Paulo Roberto Chagas divulgou nesta sexta-feira (4) que já está liberado o pagamento de dois meses de salário de servidores contratados.

A noticia foi passada por telefone pelo próprio titular da pasta. Ele informou que já estão na conta os vencimentos referentes a setembro e outubro.

O repasse, segundo o próprio iria ser feito no dia 10, mas o responsável acabou conseguindo antecipar. Ele fez apenas uma ressalva quanto o pagamento de trabalhadores que atuam nas creches da cidade.

“Tivemos um problema com as contas referente ao programa Brasil Carinhoso e por isso não conseguimos liberar o pagamento hoje, mas adianto que até a próxima terça isso será resolvido e eles também terão recebido”, disse.

Poucas dívidas

Como já havia recentemente anunciado o pagamento dos efetivos e agora abordava os contratados, nossa reportagem perguntou se com esses repasses a secretaria não possuía mais algum débito pendente.

O secretário respondeu: “Quanto a salário só os trabalhadores das creches, como falei, mas temos somente alguns débitos em relação a locação de prédios feito pela pasta. Como não podemos fazer o pagamento destes com recurso do Fundeb, estou aguardando um recurso prometido pelo prefeito para quitar também essa dívida”, concluiu Paulo Roberto.

Recurso extra

Na oportunidade o secretário também respondeu qual deverá ser o destino da “verba extra”, oriundo do repasse da União por conta da repatriação de recursos.

Para Paulo, o destino já é certo para o pagamento do décimo terceiro e qualquer outra pendência para o final do ano. “Vamos organizar a folha e programar os pagamentos de décimo dos servidores”, ressaltou.

Por Lucas Malta / Da Redação

Comentários