Processo seletivo oferta 283 vagas para Educação Especial em escolas de Alagoas

15 fev 2020 - 09:21

Vagas contemplam todas as Gerências Regionais de Educação (Geres) e terão duração de dois anos (Foto: Valdir Rocha / Agência Alagoas)

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) abre, nesta segunda-feira (17), o processo seletivo para Educação Especial da Rede Pública Estadual. O preenchimento das 283 vagas ofertadas para contratação temporária acontecerá por meio de Processo Seletivo Simplificado e terá duração de dois anos. As inscrições serão feitas online até 22 de janeiro.

As informações e critérios para a seleção estão disponíveis no edital do processo, o qual pode ser acessado no site da Seduc e no Diário Oficial do Estado (DOE) de sexta-feira (14) nas páginas 19 a 28.

As vagas ofertadas são para Professor de Sala de Recursos Multifuncional, Intérpretes de Libras, Instrutor de Libras, Instrutor de Oficinas Pedagógicas, Professor de Teatro, Professor de Música, Professor de Informática, Ledor/transcritor de Braille, Professor de Sorobã, Professor para TEA (Transtorno do Espectro Autista), Cuidador TEA, Auxiliar de Transporte Escolar, Revisor de Braille (pessoa com deficiência visual – cego) e Auxiliar de Sala.

Orientações – A Comissão Avaliadora é composta por membros da Supervisão de Educação Especial da Superintendência de Políticas Educacionais – Suped/Seduc e profissionais da área. A classificação ocorrerá pela análise de títulos, comprovação de experiência e prova prática, que tem o objetivo avaliar os conhecimentos práticos e teóricos dos profissionais, bem como terá o caráter classificatório e eliminatório.

O candidato somente poderá realizar uma única inscrição, não havendo possibilidade de alteração, sendo de sua inteira responsabilidade as informações prestadas. No caso de mais de uma inscrição online de um candidato, o mesmo estará desclassificado. Será disponibilizado, em cada Gere, um ponto de apoio para inscrição dos candidatos que não tiverem acesso à internet.

Por José Arnaldo / Agência Alagoas

Comentários