Sertão: PM flagra motorista embriagado, mas por falta de delegado autor é liberado Uma equipe do Pelotão de Operações Especiais (Pelopes) fazia patrulhamento, quando se deparou com um automóvel obstruindo a via.

15 mar 2021 - 08:00

Uma das entradas da cidade de Olho d’Água das Flores (Foto: Lucas Malta / Alagoas na Net)

O condutor de um carro foi flagrado dirigindo embriagado, na tarde deste sábado (13), por uma equipe da Polícia Militar e acabou preso, porém ao levar o caso até a Polícia Civil, a guarnição descobriu que não havia nenhum delegado de plantão para registrar o flagrante e teve que liberar o autor.  

O episódio aconteceu por volta das 16h30, na Rua Delmiro Gouveia, no bairro Santo Antônio, em Olho d’Água das Flores, município situado no Médio Sertão de Alagoas. Uma equipe do Pelotão de Operações Especiais (Pelopes) fazia patrulhamento, quando se deparou com um automóvel obstruindo a via.

Os militares pediram para que o proprietário estacionasse seu veículo corretamente, foi quando ao se deslocar com o automóvel, foi constatado que ele estava com indícios de embriaguez. O motorista foi levado até um posto da PRF, no Carié e comprovada a embriaguez pelo teste do etilômetro.

Tentativa do registro

A PM então foi inicialmente até o Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) de Batalha, a fim de fazer os procedimentos junto a Polícia Civil, porém, a equipe plantonista, que é de Pão de Açúcar, informou que não tinha delegado para fazer o procedimento, pois o mesmo encontrava-se de atestado médico.

A mesma equipe de plantão no Sertão entrou em contato com a delegacia em Arapiraca, mas a seguinte informou não ser possível a lavratura do flagrante, pois esta já estava acumulando Arapiraca e Palmeira dos Índios.

Segundo informações da PM, as advogadas do autor entraram em contato com o delegado responsável pela cidade de Olho d’Água das Flores, Emanuel David Freitas Viana, o qual estaria de plantão neste domingo (14), em Santana do Ipanema. O mesmo teria se responsabilizado pela lavratura, já que o caso aconteceu em sua jurisdição.

Todavia, ainda sim o procedimento não foi realizado pela equipe plantonista de Pão de Açúcar, que estava de serviço no Cisp de Batalha. Os agentes disseram que só fariam o procedimento se o delegado se responsabilizasse por todos os procedimentos a partir de então. Diante do ocorrido, o motorista foi liberado após assinatura de termo escrito.

Ainda de acordo com relatos da Polícia Militar, o veículo do proprietário, que se encontrava em situação legal, foi entregue a uma pessoa devidamente habilitada, sendo realizado todos os procedimentos administrativos junto ao órgão responsável.

Da Redação com informações da PM-AL

Comentários