Planta Alagoas 2022: agricultores recebem sementes e iniciam plantação dos grãos Este ano, o programa vai beneficiar e auxiliar na produção e renda de 70 mil famílias alagoanas.

Giselly Vitória / Ascom Seagri

27 abr 2022 - 10:49


Foto: Divulgação / Seagri

No início do mês de abril, a Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri-AL) iniciou a distribuição das sementes da Edição do Planta Alagoas 2022. Os agricultores inscritos no programa já estão retirando as culturas nos Centro de Distribuição (CD’s), em várias regiões do estado, conforme informações disponibilizadas pelas prefeituras.

Centenas de pequenos agricultores familiares que estão recebendo as variedades também iniciaram o plantio. Gradativamente, os 102 municípios de Alagoas receberão cerca de 1.500 toneladas de grãos de milho, sorgo, feijão e arroz e, entre elas, sementes crioulas, solicitadas por comunidades, movimentos e cooperativas.

A expectativa é que, assim como na edição de 2021, após as colheitas, cada uma das famílias auxiliadas no Planta Alagoas, tenha, como resultado, a garantia de renda e alimento de qualidade na mesa.

O Superintendente de Inclusão Produtiva, Luciano Barros, falou sobre a aprovação majoritária dos agricultores e a cooperação dos técnicos da Emater nas entregas nas sementes.

“O Planta Alagoas já é um sucesso com sementes de sorgo, milho, feijão e arroz chegando no tempo certo e, beneficiando, os mais de 70 mil produtores em todo o estado. Graças a participação efetiva dos técnicos da Emater que tem sido de suma importância para esse processo de distribuição em todos os municípios alagoanos”, explicou o superintendente.

Além de fomentar a economia do estado e ajudar na alimentação dos beneficiários, o Planta Alagoas fornece evidência no quesito de qualidade para as produções locais. Desta forma, amplia e diversifica os horizontes mercantis Alagoas afora.

Nesta edição, o Fundo Estadual de Combate e Erradicação à Pobreza (Fecoep), disponibilizou, um investimento de R$ 20 milhões, que vai fomentar a renda e a mesa dos alagoanos, e trará retorno financeiro ao estado. A estimativa de retorno financeiro pode ultrapassar R$ 40 milhões para a economia alagoana. 

Em prol dos agricultores

O acesso às sementes, por meio do Planta Alagoas, dissemina o sentimento de gratidão para quem recebe pelos quatro cantos do estado. O reconhecimento por ser beneficiado com ações como estas, que contemplam o pequeno produtor, não acontece apenas pela impossibilidade financeira para comprar grãos de qualidade na região onde vivem, devido ao alto valor de mercado que dificulta e diminui as chances de garantia de renda e de alimentação digna aos familiares.

Mas por acreditar e incentivar a produção e a comercialização do produto final além do território alagoano. Luciano Barros também falou sobre o mérito do programa em relação à contribuição direta aos agricultores beneficiários:

“A exemplo do ano passado, e com os ajustes que deveriam ser feitos, estamos atendendo a mais de 200 entidades governamentais e não-governamentais, entre elas, os movimentos sociais, cooperativas, associações, sindicatos rurais e prefeituras. Isso é importante para a economia estadual, na geração de renda, e comida na mesa das famílias alagoanas”, finalizou.

Com o programa de distribuição de sementes, os produtores familiares que não têm condições para comprá-las no mercado recebem os grãos sem custo algum e, logo em seguida, iniciam a plantação que trará resultados surpreendentes para o bolso de todos os beneficiários.

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.