Orla de Maceió terá mais réplicas gigantes de esculturas feita por alagoanos Chamada de Circuito Alagoas Feita à Mão, a iniciativa começou com a exposição da “Sereia do Mestre Zezinho”, na praia de Pajuçara.

04 dez 2018 - 12:25

O Beijo, o Leão e o Boi completam o circuito de arte popular (Fotos: Kaio Fragoso / Agência Alagoas)

Uma ação da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) de Alagoas em parceria com a iniciativa privada irá expor neste mês de dezembro, na orla da cidade de Maceió, mais três réplicas gigantes de esculturas feitas por mestres artesões alagoanos.

Chamada de Circuito Alagoas Feita à Mão, a iniciativa começou com a exposição da “Sereia do Mestre Zezinho”, na praia de Pajuçara. Com 6 metros de altura cada, as réplicas são feitas de isopor naval e fibra de vidro, materiais resistentes ao sol, chuva e maresia.

Uma das próximas obras escolhidas trata-se de “O Beijo da Mestra Irinéia”, réplica da peça da artesã Dona Irinéia, que ficará exposta na Lagoa da Anta, na entrada do Hotel Jatiúca, um dos parceiros da ação.

“O Beijo da Mestra Irinéia”, peça da artesã Dona Irinéia (Foto: Kaio Fragoso / Agência Alagoas)

Outra grande obra a compor esse projeto é o “Boi Bumbá”, do Mestre João das Alagoas. Este será instalado na Avenida da Paz, com apoio do restaurante Picuí.

“Boi Bumbá”, do Mestre João das Alagoas (Foto: Kaio Fragoso / Agência Alagoas)

Já a réplica do “Leão” do Mestre André da Marinheira será fixada na Avenida Assis Chateaubriand, próximo à entrada do bairro do Pontal da Barra, em área cedida pela Braskem.

“Leão” do Mestre André da Marinheira (Foto: Kaio Fragoso / Agência Alagoas)

“Colocar obras dos nossos mestres artesãos em espaços públicos conectados faz com que moradores e visitantes vivenciem e explorem os espaços coletivos, imergindo na cultura local. O lançamento do circuito é importantíssimo para disseminar a produção artesanal alagoana em níveis local e nacional”, explicou a gerente de Design e Artesanato da Sedetur, Daniela Vasconcelos.

Da Redação com Agência Alagoas

Comentários