Oficina da Memória leva envelhecimento digno para idosos no Sertão de AL O Viva a Longevidade foi um trabalho lançado no ano de 2020, com atuação baseada na neurociência.

24 jan 2021 - 16:30

Assistente social Camila Barbosa em um dos seus atendimentos (Foto: Assessoria)

Um projeto idealizado pela assistente social e neuropsicopedagoga Camilla Barbosa tez trazido um olhar holístico para as pessoas idosas que vivem no Sertão de Alagoas. A proposta tem como objetivo levar um envelhecimento digno e com qualidade de vida as pessoas que agora desfrutam da chamada melhor idade.

O Viva a Longevidade foi um trabalho lançado no ano de 2020, com atuação baseada na neurociência, que comprova que é possível manter a eficácia das funções cognitivas, mesmo com o avanço da idade, com a realização de atividades mentais.

De acordo com a profissional sertaneja, a população brasileira está envelhecendo rápido e um dos principais desafios é propiciar que este amadurecimento ocorra de maneira saudável. “Utilizamos o recurso da estimulação cognitiva através de treinos com as chamadas ‘oficinas da memória'”, explica.

“Essas oficinas atuam frente aos problemas como falta de atenção, falta de concentração e de memória apresentando significativa melhora, através de vários tipos de jogos, exercícios e atividades lúdicas”, continua. Todo esse trabalho cria possibilidade de recuperação de funções mentais, prevenindo o surgimento tardio de doenças degenerativas.

Camila Barbosa afirma que dentre os principais benefícios oferecidos pelo programa estão o desenvolvimento e/ou a manutenção das capacidades cognitivas, a melhora dos relacionamentos interpessoais, além da elevação da autoestima, alcançados por meio de atividades que:

● estimulam a memória auditiva, visual, habilidade verbal, atenção, concentração, raciocínio lógico, visão espacial e criatividade;

● possibilitam vivenciar novas experiências e desenvolver novas habilidades e competências;

● despertam sentimentos de pertencimento, de alegria e de descontração;

● exercitam a cooperação e o respeito às diferenças, facilitando a convivência com os demais;

● possibilitam o compartilhamento de experiências;

● possibilitam mudanças e descobertas de novos caminhos e novas possibilidades;

● estimulam a autoconfiança e a autonomia.

Onde encontrar?

Com atuação em Olho d’ Água das Flores, no ponto físico situado à rua do Comércio, 156, a profissional diz que há também disponibilidade para as cidades circunvizinhas do Médio Sertão de Alagoas. Ela tem atuado através do atendimento online, pelo whatsapp e Google meet, além do chamado Home Care.

Quem quiser conhecer virtualmente o trabalho da Camila Barbosa pode conferir o perfil no Instagram, abaixo:

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação compartilhada por Envelhecer com qualidade. (@viva.alongevidade)


Da Redação com Assessoria

Comentários