Novo filme de Cacá Diegues e Arte Pajuçara terão apoio do Governo de AL Ao todo, serão investidos R$ 6,2 milhões nos projetos de valorização do audiovisual.

Daniel Borges / Ascom Secult

08 jun 2022 - 09:07


Foto: Daniel Borges / Ascom Secult

O governador Paulo Dantas, a secretária de Estado da Cultura, Mellina Freiras, a produtora Paula Barreto e um dos administradores do Arte Pajuçara, Marcão Sampaio, assinam nesta quarta-feira, às 12h, no Salão Nobre do Museu Palácio Floriano Peixoto, o contrato de patrocínio para a realização em Alagoas do filme “Deus ainda é brasileiro”, no valor de R$ 6 milhões e o termo de fomento e apoio para realização de atividades no Centro Cultural Arte Pajuçara, no valor total de R$ 200 mil.

Na ocasião, também será realizado um almoço com representantes do setor privado para apresentação do longa metragem, com a presença do secretário de Estado da Fazenda, George Santoro, da secretária de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Caroline Balbino e da secretária do Gabinete Civil, Luiza Barreiros.

Dirigido pelo imortal da Academia Brasileira de Letras, a continuação de “Deus é Brasileiro” (2003), estrelado por Antônio Fagundes, será gravada totalmente em Alagoas e contará com a equipe, na sua maioria, formada por alagoanos. Inspirada por uma narrativa do escritor João Ubaldo Ribeiro (1941-2014), a sequência é uma comédia humanista, que se passa em meio a cataclismos e muita corrupção, quando Deus regressa para entender a cabeça dos mortais de perto.

REFORÇO

Com o risco de fechar as portas, após um período de crise no setor cultural em meio à pandemia de Covid-19, o Centro Cultural Arte Pajuçara receberá o apoio do Estado com o intuito de viabilizar a sustentabilidade do espaço cultural. O centro, localizado no bairro da Pajuçara, é um importante espaço no cenário cultural de Maceió, além de ser a casa do cinema alagoano.

“O apoio aos dois projetos é mais uma demonstração do compromisso do Governo de Alagoas com o segmento cultural e da sensibilidade do governador Paulo Dantas em reconhecer a importância dos agentes culturais que fomentam o audiovisual alagoano”, disse a secretária de Estado da Cultura, Mellina Freitas.

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.