Nesta segunda: TJ retoma julgamento de Taturanas suspenso após divergências

28 nov 2016 - 07:57


MP afirma que deputados usaram verba de gabinete para quitar dívidas pessoais.

Operação descobriu u dos maiores desvios de dinheiro em Alagoas (Foto: Marcos Santos / USP Imagens)

Operação descobriu u dos maiores desvios de dinheiro em Alagoas (Foto: Marcos Santos / USP Imagens)

Os desembargadores do Tribunal de Justiça darão continuidade nesta segunda-feira (28) ao julgamento referentes a processos originários da “Operação Taturana”.

O julgamento teve início no mês de setembro sobre o  processo que trata da acusação do Ministério Público de Alagoas de que deputados teriam usado verba de gabinete para quitar empréstimos pessoais.

Na ocasião, o desembargador Domingos Neto votou pela manutenção das condenações dos réus Arthur César Pereira de Lira, Manoel Gomes de Barros Filho, Paulo Fernando dos Santos, Maria José Pereira Viana, Celso Luiz Tenório Brandão, João Beltrão Siqueira, Cícero Amélio da Silva, José Adalberto Cavalcante Silva, José Cícero de Almeida e Banco Rural, alterando apenas a multa aplicada a este último.

Veja a matéria completa no CadaMinuto

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.