Na pandemia, 46% dos clientes preferem comprar material de construção em lojas físicas

23 set 2020 - 19:00

46% dos consumidores dão preferência pela compra de material de construção nas lojas físicas durante a pandemia. (Foto: MichaelGaida / Pixabay)

A chegada da pandemia pegou o segmento de materiais de construção um tanto despreparado para lidar com a realidade virtual.

Com mais de 140 mil estabelecimentos espalhados pelo Brasil, o varejo de material de construção é formado, em sua maioria, por pequenos negócios com baixíssimo grau de digitalização, perfil de gestão familiar, fundamentado na indicação e no relacionamento pessoal do dono da loja com seus clientes.

Uma pesquisa* realizada entre julho e agosto de 2020 pela Oficina de Estratégia apontou que 28% dos consumidores que compraram material de construção durante o período de isolamento social optaram pelo canal online, por meio de lojas virtuais e de ecommerce. 46% dos consumidores preferiram manter suas compras presencialmente e o restante utilizou o whatsapp e o telefone da loja como meio para realizar suas aquisições.

O alto índice de compras presenciais na categoria evidencia a preferência pelo deslocamento até a loja de material de construção, mesmo com todas as restrições impostas pelo isolamento social, e indica a dificuldade do uso de canais digitais no segmento.

Já na pesquisa** realizada com os pequenos varejos de material de construção em São Paulo, no mesmo período, a preferência do cliente pelo atendimento via whatsapp e telefone merece destaque. 75% dos varejista indicam o whatsapp como canal de preferência de seus clientes durante a pandemia, 68% indicam o contato telefônico e 41% a preferencia pela continuidade do atendimento presencial na loja.

Na ausência de soluções virtuais que gerem uma experiência de compra próxima à presencial, o whatsapp acaba se tornando um boa opção para o lojista, uma vez que não exige altos investimentos e treinamento da equipe. Mas será que oferece a melhor experiência de compra para o consumidor?

Podemos afirmar que a pandemia deixou evidente a dificuldade do segmento na oferta de soluções virtuais de atendimento ao consumidor. A transformação digital certamente será pauta para a cadeia de material de construção nos próximos anos e pode redefinir o cenário competitivo. Quem serão os protagonistas e visionários? E quem serão os seguidores?

Se quiser a ajuda de nossos experts em comportamento do consumidor para explorar esse assunto, que será cada vez mais relevante no negócio da construção, entre em contato conosco: contato@oficinadaestrategia.com.br

* Pesquisa “Você, sua casa e a pandemia”, realizada pela Oficina da Estratégia entre julho e agosto de 2020 (250 consumidores: 72% moradores da cidade de São Paulo; 80% entre 30 e 60 anos; 86% entre dois a quatro moradores na mesma casa)

** Pesquisa “Lojas de Material de Construção e a pandemia”. (100 donos de lojas de material de construção de São Paulo).

Por Assessoria

Comentários