Municípios em situação de emergência por causa das chuvas sobe para 35 De acordo com a coordenação da Defesa Civil Estadual, municípios com vítimas das chuvas vem sofrendo variações.

Fábia Assumpção/ Secom

22 jun 2022 - 18:38


Foto: Lucas Malta / Alagoas na Net

Trinta e cinco municípios estão em Situação de Emergência por causa das chuvas fortes que atingem o estado desde o fim do mês de maio.  O número de desabrigados e desalojados já totalizam 15.294 pessoas.

O coordenador Estadual da Defesa Civil, coronel Moisés Melo explicou que houve acréscimo de cidades porque tiveram chuvas em momentos diferentes. Isso ocasionou que, tardiamente, algumas se manifestassem pela necessidade de decretar Situação de Emergência.

“Inicialmente foram 33 cidades, depois oscilou para 34 e agora 35, podendo outras serem incluídas no Decreto de Emergência, já que tivemos chuvas fortes no Litoral Norte, depois no Sul, área metropolitana, tempestades no alto Sertão, como na região de Major Isidoro, chuvas fortes na região de Arapiraca e depois Palmeira dos índios”, frisou. 

Palmeiras do Índios e Campo Alegre, por exemplo, não estão entre os municípios que decretaram situação de emergência, no entanto, registraram um óbito, cada um, devido às fortes chuvas que os atingiram no mês de junho.

De acordo com o último boletim divulgado pela Defesa Civil Estadual, Coruripe é o município com o maior número de desabrigados e desalojados, no total de 3.836 e um óbito. São Miguel dos Campos tem ainda 2.906 desabrigados e desalojados, com um óbito.

Outro município com grande número de desabrigados e desalojados é Penedo, que totaliza 1.982 que tiveram que deixar suas casas por causa das fortes chuvas. Os números de desalojadas e desabrigados de cada município é informado à Defesa Civil Estadual pelas Defesas Civis municipais.

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.