Ministério da Saúde garante para o Samu de Alagoas mais recursos e novas ambulâncias

19 mar 2013 - 10:41


Foto: Ascom / SAMU

Foto: Ascom / SAMU

O Ministério da Saúde garantiu recursos para Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do município de Arapiraca. A portaria 378, que redefine o limite financeiro anual dos recursos destinados ao incentivo de custeio à Central de Regulação de Urgência (CRU) do serviço, foi publicada no dia 8 de março. De acordo com a publicação, os valores passaram de R$ 19 mil para R$ 64 mil por mês.

A portaria oficializa ainda a regionalização e a habilitação das Bases Descentralizadas, melhorando também o custeio da central de Arapiraca. “A redefinição do custeio foi uma conquista dos gestores da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e também da Diretoria de Assistência Pré-hospitalar, o que irá permitir atender as demandas necessárias”, disse a diretora da Assistência pré-hospitalar, Maria Aparecida.

A diretora ressalta que Alagoas tem cobertura de 100% do Samu, tendo a cada 30 km uma unidade. A previsão é que, ainda este ano, com os recursos do MS para o Estado, a Sesau possa realizar obras de estrutura física, tanto na Central de Maceió, como também na Central de Arapiraca.

Motolâncias

Segundo Maria Aparecida Auto, por meio da Portaria 376, também de 8 de março deste ano, o Ministério da Saúde reconheceu a habilitação do serviço de Motolância de Alagoas das Centrais de Maceió e de Arapiraca. “Com isso, os recursos serão destinados para o Estado, num montante de R$ 252 mil para este ano. O serviço é fundamental para diminuir o tempo resposta do atendimento ao paciente e, com isso, os profissionais irão salvar mais vidas, que é o nosso principal objetivo na saúde pública”, disse a diretora, destacando que a previsão é que mais motolâncias possam chegar em Maceió e em Arapiraca.

A diretora informou ainda que o Ministério da Saúde enviou para Alagoas duas ambulâncias especiais do tipo 4 x 4 (Ford Ranger XLC 422), que já estão no pátio do Samu da Central de Maceió, para que os profissionais possam atender a população de Maceió e região circunvizinha. Elas são Unidades de Suporte Básico (USB) e servirão para atendimentos em lugares de difícil acesso.

As novas USBs dispõem de cilindros de oxigênio, maca e kits com todos os medicamentos necessários para se realizar um atendimento adequado de urgência e emergência. “Essas ambulâncias vão facilitar o deslocamento para lugares mais complicados, como encostas e ladeiras, onde as ambulâncias normais não conseguem chegar”, destacou Maria Aparecida Auto.

Por Ascom / Saúde

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.