Médicos do HRCRM em Santana do Ipanema decidem parar

31 jan 2013 - 18:00


Os profissionais disseram que devem manter os atendimentos aos casos de urgência e emergência, mas que serviços ambulatoriais e cirurgias eletivas não vão ser realizados.

Hospital deve ter setores de urgência e emergência paralisados (Foto: Gutemberg Lima)

Através de uma nota, 29 médicos que trabalham no Hospital Regional Clodolfo Rodrigues de Melo, na cidade de Santana do Ipanema, informaram que deverão paralisar suas atividades naquela unidade a partir desta sexta-feira, primeiro dia de fevereiro, devido a falta de pagamento de seus salários.

O comunicado, assinado pelos profissionais da saúde, informa que, devido ao atraso do pagamento dos salários referente a dezembro e janeiro, cerca de 40%dos profissionais que atuam naquela unidade devem parar por tempo indeterminado.

Segundo a nota os médicos afirmaram: “Essa atitude nos deixa entristecidos, pois o objetivo de todos é desempenhar suas atribuições médicas. Temos as mesmas necessidades básicas comparados com qualquer outra classe profissional”.

Ainda de acordo com informações do documento, os profissionais disseram que devem manter os atendimentos aos casos de urgência e emergência, mas que serviços ambulatoriais e cirurgias eletivas não vão ser realizados.

Diretor técnico do HRCRM, André Seabra (Foto: Gutemberg Lima)

O documento foi encaminhado às secretarias Estadual e Municipal de Saúde, além de ser entregue à direção do próprio hospital regional. O manifesto dos médicos já gerou uma mobilização da diretoria do hospital, que realizou uma reunião com os profissionais ainda pela manhã de hoje (31).

Após a reunião, o diretor técnico do HRCRM, André Seabra relatou a nossa reportagem que hospital dispõe de 70 médicos e que a paralização deve atingir apenas a parte ambulatorial da unidade hospitalar.

“Quero aqui deixar a população tranquilizada de que o hospital não irá parar as suas atividades, mas sim um setor deve ser afetado com esta paralização, que a meu ver tende a ser temporária, levando até uns quize dias, caso necessário”, relatou Seabra

Os vencimentos dos médicos em Santana do Ipanema é repassado mensalmente pelo Governo do Estado, através das prestadoras de serviços hospitalares, que no caso do HRCRM é gerenciado pelo Instituto Pernambuca de Assitência e Saúde, (IPAS).

Da Redação

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.