Mais de 800 famílias alagoanas são incluídas no Programa Bolsa Família

19 fev 2018 - 08:30

Média dos repasses por família beneficiária do Bolsa Família alagoana, em fevereiro é de R$ 183.55 (Foto: Divulgação / MDS)

Destinado a todas as famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 170 mensais, o Bolsa Família incluiu, em fevereiro, 869 famílias alagoanas que aguardavam para ingressar no programa. Com esse incremento, R$75.232.637,00 serão repassados para Alagoas, beneficiando 409.869 famílias.

Segundo o secretário Fernando Pereira, o Governo de Alagoas trabalha continuamente para promover a inclusão social dos beneficiários, diminuindo a dependência com relação ao programa. “Aqueles que querem empreender encontram apoio na agência de fomento Desenvolve, fortalecendo pequenos negócios e o desenvolvimento do nosso Estado. Há também o programa Barriga Cheia, ação voltada exclusivamente às famílias que sobrevivem do campo, no período da entressafra. Essas e muitas outras iniciativas valorizam e aumentam a autoestima dessa população”, explicou.

A média dos repasses por família beneficiária do Bolsa Família alagoana, em fevereiro é de R$ 183.55. Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), o programa vai beneficiar 14 milhões de brasileiros, com um repasse total de R$ 2,4 bilhões.

O pagamento do benefício segue um calendário escalonado. Para saber o dia em que poderá sacar, o beneficiário deve conferir o Número de Identificação Social (NIS) impresso no cartão do programa. Os que terminam com final 1 podem sacar no primeiro dia do pagamento. Os com final 2, no segundo dia e assim por diante. Os recursos ficam disponíveis para saque por um período de 3 meses. 

Fila zerada

Ainda segundo MDS, a fila para ingressar no programa está zerada pela 8a vez. Isso significa que todas as pessoas inscritas no Cadastro Único com perfil para participar do Bolsa Família, com dados atualizados há menos de 24 meses e sem divergências entre as informações cadastrais e outras bases de dados, estão sendo selecionadas e ingressando no programa. A habilitação, a seleção das famílias e a concessão de benefícios ocorrem de modo automatizado e impessoal.

Por Renata Bello / Agência Alagoas

Comentários