Maioria das autoescolas de AL não tem dinheiro para comprar simulador

07 jan 2013 - 08:10

Afirmação é do presidente do Sindicato das Autoescolas do Estado. Joseilton Carvalho diz que equipamento deve custar entre R$ 20 e R$ 50. mil.

Protótipo de simulador de direção (Foto: Divulgação/Detran-AL)

A partir de julho deste ano, quem for tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) deverá fazer no mínimo cinco aulas de 30 minutos no Simulador de Direção Veicular. A determinação é do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e deve ser adotada por todos os Centros de Formação de Condutores do país.

Em Alagoas, a decisão está tirando o sono de muitos proprietários de autoescolas. De acordo com o presidente do Sindicato das Autoescolas do Estado de Alagoas, Joseilton Carvalho, o equipamento deve custar entre R$ 20 e R$ 50 mil e a maioria das 75 autoescolas do estado não tem dinheiro para cumprir a determinação do Contran.

“O uso do simulador é uma ferramenta importante no processo de formação dos condutores. Mas o custo é muito alto. O valor do investimento terá que ser repassado para os futuros motoristas, que terão que pagar mais caro pela CNH a partir de julho”, ressaltou Carvalho.

De acordo com ele, a alternativa para diminuir os custos, tanto para as autoescolas quanto para os clientes, é a união de pelo menos três autoescolas para aquisição e uso do novo equipamento. “As autoescolas ainda têm que adequar a estrutura física para instalar o simulador. Ou seja, mais uma despesa”.

Apesar dos custos, Carvalho concorda que o uso do equipamento tem a finalidade de gerar mais segurança ao processo de aprendizagem. O aluno vai utilizar o simulador após terminar as aulas teóricas e só poderá iniciar a prática de direção nas ruas depois de ter passado, no mínimo, 150 minutos de direção simulada.

Um protótipo do Simulador de Direção Veicular está à disposição dos alagoanos a partir desta segunda-feira (7) no posto de atendimento do Detran/AL no Shopping Pátio Maceió, no bairro do Benedito Bentes. Alagoas é o segundo estado do país a receber o equipamento.

De acordo com o diretor-presidente do Detran/AL, Lúcio de Melo, os alagoanos terão a oportunidade de obter detalhes do sistema de funcionamento do simulador. “O aparelho ficará exposto e a sociedade poderá esclarecer todas as dúvidas. Acredito que será uma excelente oportunidade para formar condutores mais seguros”.

O simulador é um mini carro que tem todas as funções de um veículo normal para o iniciante aprender a lidar com as situações cotidianas do trânsito.

Por G1 Alagoas

Comentários