Maceioense Cacá Diegues é eleito novo imortal da Academia Brasileira de Letras O cineasta concorreu com outros dez candidatos; a votação foi feita por escrutínio secreto

31 ago 2018 - 08:31

Cacá Diegues foi eleito como o novo imortal da Academia Brasileira de Letras (Foto: Reprodução)

O cineasta maceioense Carlos José Fontes Diegues, conhecido como Cacá Diegues, foi eleito nesta quinta-feira (30) para ocupar a cadeira de número 7 da Academia Brasileira de Letras, fundada por Machado de Assis, que pertencia ao também cineasta Nelson Pereira dos Santos, morto em abril deste ano. A votação foi feita hoje por escrutínio secreto. 

Diegues venceu outros dez candidatos, entre eles, a escritora Conceição Evaristo (que, se eleita, seria a primeira mulher negra a ocupar o posto) e o diplomata Pedro Corrêa do Lago. Dos atuais 39 membros, apenas cinco são mulheres.

Os demais concorrentes foram Raul de Taunay, Remilson Soares Candeia, Francisco Regis Frota Araújo, Placidino Guerrieri Brigagão, Raquel Naveira, José Itamar Abreu Costa, José Carlos Gentili e Evangelina de Oliveira.

Veja a matéria completa no GazetaWeb

Comentários