Maceió: Em um mês, Cultura lança 10 editais para beneficiar mais de 10 mil artistas Iniciativa é considerada um feito inédito pela Prefeitura de Maceió.

01 set 2021 - 08:53

Projeto vai atender crianças que estudam em escolas municipais de Maceió. Crédito: Arquivo (Foto: Secom Maceió)

A Prefeitura de Maceió realizou um feito inédito para a cultura da capital: em apenas um mês, foram lançados dez editais que, juntos, irão contemplar mais de 10 mil artistas locais. A grande iniciativa veio através da parceria que o município firmou com o Governo Federal viabilizadas por quatro convênios em vigor, todos resultantes de emendas parlamentares, destinadas pelo senador Rodrigo Cunha e pela deputada federal Tereza Nelma, totalizando mais de R$ 2,5 milhões em repasses federais.

Nesta terça-feira (31), a Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC) publicou os últimos três editais do mês de agosto, frutos do convênio “Ginga Maceió II”, emenda parlamentar obtida pela deputada federal Tereza Nelma. O valor total do repasse para esta ação foi de R$ 710 mil, que originou os editais “Oficinas de Capoeira”, o “Credenciamento para o Festival de Bumba Meu Boi” e o “Credenciamento de Grupos Culturais de Matriz Africana”, que vão beneficiar 2,5 mil artistas.

Ao longo do mês, a Fundação já tinha lançado mais seis editais elaborados com a verba de três convênios federais: o “Maceió, Cidade das Artes”, que irá beneficiar cerca de 6,5 mil artistas com um repasse de R$ 950 mil, o “Cultura na Rua II”, abrangendo 780 artistas através de um repasse de R$ 300 mil, e o “Folguedos nas Redes”, com um repasse de R$ 600 mil para beneficiar 20 mestres da cultura popular e 1.200 alunos da rede pública municipal de ensino. O edital “Folguedos Por Todo Canto”, que fecha os dez lançados em agosto, irá contemplar mais 360 artistas e foi lançado com recursos próprios do município.

No edital “Credenciamento para o Festival de Bumba Meu Boi”, publicado nesta terça-feira (31), será realizado o credenciamento de grupos para a realização de dois dias de eventos, com dez grupos se apresentando a cada dia. Eles irão apresentar ao público suas acrobacias e ritmos típicos do “boi”, tendo seus cenários com temáticas relacionadas à cultura popular e ao cotidiano em que cada comunidade está inserida. Cada grupo irá receber R$ 4 mil por apresentação.

Já o edital “Credenciamento de Grupos Culturais de Matriz Africana” irá cadastrar grupos de baianas, afoxés, maracatu, maculelê, entre outros, visando a realização de futuras contratações para compor a programação do projeto “Ginga Maceió II” e demais eventos do calendário cultural do município voltados para o segmento afro-brasileiro. Será destinado R$ 1.100 para o cachê de cada apresentação.

Para se inscrever nos dois editais de credenciamento, é necessário comprovar no mínimo um ano de atividade continuada, atestada através de portfólio (certificados, recortes de jornais, revistas, postagem em sites, blogs, redes sociais, vídeos, registro fotográfico, declarações etc.). Lembrando que só é possível inscrições através de CNPJ.

No edital de chamamento “Oficinas de Capoeira”, será selecionada uma organização da sociedade civil (OSC) para formar 16 núcleos de capoeira, sediados em 16 escolas públicas municipais de Maceió indicadas pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), distribuídas em diferentes bairros da cidade, que no decorrer de dez meses realizarão rodas de capoeira na sede das escolas e também ao ar livre, em praças, praias, campos, etc.

Para a formação e concretização dos 16 núcleos de capoeira, será necessário formar uma equipe de profissionais capacitados composta por um coordenador de capoeira, que irá ganhar R$ 2 mil por oficina, 16 instrutores de capoeira, que irão ganhar R$ 19.200 a serem distribuídos igualmente por todos os integrantes, e 16 monitores, que irão ganhar R$ 9.600 por oficina, também para serem divididos igualmente. Esse projeto vai possibilitar a formação de 800 alunos na iniciação de capoeira como processo de conhecimento cultural no município de Maceió.

As inscrições dos editais “Oficinas de Capoeira”, “Credenciamento para o Festival de Bumba Meu Boi” e o “Credenciamento de Grupos Culturais de Matriz Africana” ficam abertas de 31 de agosto a 30 de setembro. Para maiores dúvidas, acesse a aba “Editais” no portal da Fundação no site oficial da Prefeitura de Maceió.

Os editais lançados a partir de emendas liberadas pela deputada Tereza Nelma são o “Credenciamento de Grupos Culturais”, o “Xangô Rezado Alto”, o “Cortejo do Natal dos Folguedos”, o “Credenciamento de Cultura Popular”, o “Oficinas de Capoeira”, o “Credenciamento para o Festival de Bumba Meu Boi” e o “Credenciamento de Grupos Culturais de Matriz Africana”. Os demais, “Oficinas de Folguedos” e “Oficina de Figurinos”, têm verba de emenda parlamentar destinada pelo senador Rodrigo Cunha. Para todos os convênios firmados com o Ministério do Turismo, há uma contrapartida da prefeitura, já garantida pela gestão.

Por Gabriela Lyra / Ascom FMAC

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.