Justiça suspende aumento de salário dos vereadores de Maceió

13 jun 2017 - 02:39


Vereadores reajustaram os próprios vencimentos em 26,6%, no final do ano passado.

Câmara Municipal de Maceió (Foto: Vanessa Alencar / Alagoas 24 Horas)

O juiz Antônio Emanuel Dória Ferreira, da 14ª Vara Cível da Capital, determinou a suspensão do decreto 369/2016, que reajustou os salários dos vereadores da Câmara Municipal de Maceió em 26,6%. O referido decreto foi aprovado no final do ano passado e passou a valer em janeiro deste ano para o período legislativo 2017/2020. Com a decisão, os vereadores deverão voltar a receber os salários anteriores, sob pena de o presidente da Câmara pagar multa diária no valor de R$ 1.000,00.

O magistrado concedeu liminar atendendo à ação popular proposta pelos advogados Guilherme Machado Vellame e Roberto Augusto Fonseca Monteiro. De acordo com a ação, o aumento dado aos vereadores ocorreu de maneira “sorrateira” e sob justificativa do “efeito cascata”, já que os salários dos deputados estaduais já haviam sofrido reajuste.

Os advogados alegaram que o aumento na Câmara onera os cofres municipais em R$ 1.092.000,00 ao ano e foi inoportuno, diante da atual situação econômica do Município de Maceió. Argumentaram ainda que o decreto legislativo 369/2016 não foi devidamente publicado, nem observou o que dispõe a Lei de Responsabilidade Fiscal, no que diz respeito à impossibilidade de aumento da despesa com pessoal nos 180 dias anteriores ao final do mandato do titular do respectivo Poder.

Veja matéria completa no Tribuna Hoje

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.