Justiça Federal decreta sigilo em processo que investiga ex-prefeito Celso Luiz

05 jun 2017 - 09:11

Juíza alegou que o processo contem informações sobre a saúde do réu.

Celso Luiz é investigado pela Polícia Federal (Foto: Reprodução / Facebook)

A Justiça Federal de Alagoas decretou segredo de justiça para os autos do processo que compõe as investigações da Operação Triângulo das Bermudas, ação que prendeu em 12 de maio o ex-prefeito de Canapi, Celso Luiz.

A decisão foi dada pela juíza Camila Monteiro Pullin Milan, da 11ª Vara Federal em Santana do Ipanema e exposta no Diário Eletrônico da Justiça na última sexta-feira (2). A magistrada justificou a decisão alegando que há informações médicas no processo.

Na mesma publicação a juíza também nega pedidos de revogação da prisão preventiva e de sua substituição por prisão domiciliar em favor de Celso Luiz. O ex-prefeito é acusado de desviar R$ 17 milhões em recursos da educação, do antigo Fundef, hoje Fundeb.

Por Lucas Malta / Da Redação

Comentários