Justiça arquiva denúncia eleitoral contra vereadora Eliana “Fofa” em Santana Parlamentar teve que explicar a presença de um material no seu carro no dia da eleição.

15 mar 2019 - 20:11

Vereadora falou do caso na Câmara (Foto: Lucas Malta/Alagoas na Net/Arquivo)

A vereadora por Santana do Ipanema, Josefa Eliana Silva Bezerra, conhecida como “Fofa” (PSL) usou a tribuna da Câmara, na sessão desta sexta-feira (15), para expor o arquivamento da notícia-crime que ela sofreu durante as eleições do ano passado.

O episódio ocorreu no dia do segundo turno da eleição, em 28 de outubro, quando a parlamentar foi flagrada pelo Promotor de Justiça Luiz Tenório com alguns brinquedos e material de campanha.

Na época, ao lado de uma equipe da Polícia Militar, o representante do Ministério Público relatou que recebeu uma denúncia de que Fofa estaria distribuindo o material junto a eleitores na cidade.

O caso repercutiu nacionalmente, pois a vereadora é filiada ao partido do atual presidente Jair Bolsonaro, mas em sua posse foram encontrados material do candidato Fernando Haddad (PT).

Se emocionou

Ao relembrar do ocorrido, Fofa se emocionou, lamentando o constrangimento que passou ao lado da família. Ela disse que a decisão proferida pelo juiz fez a verdadeira justiça com a situação.

“Eu sabia que eu não devia, mas eu tinha medo. Agradeço ao advogado Osman Gaia que esteve ao meu lado e também ao delegado, que entendeu que a situação não tinha nada de irregular”, disse.

Também em seu discurso a parlamentar relembrou que é filiada ao PSL. “Fui filiada no dia 30 de setembro de 1999. Sou a única vereadora aqui presente que foi para a quinta eleição com o mesmo partido. Com muito orgulho”, declarou.

Por Lucas Malta / Da Redação

Comentários