Instituto alagoano é premiado por luta pelas pessoas com doenças raras Hemerson Casado, presidente do instituto que leva seu nome, foi homenageado pela organização humanitária “Mãos que Ajudam”

17 jan 2020 - 16:00

Instituto alagoano recebe prêmio internacional por luta pelas pessoas com doenças raras
(Foto: Assessoria)

O médico alagoano Hemerson Casado, ícone da luta das pessoas com doenças raras, foi laureado com o Prêmio Valores Familiares e Comunitários no último sábado (11), em Maceió.

O ativista, diagnosticado com Esclerose Lateral Amiotrófica em 2012, foi reconhecido pelos serviços relevantes prestados à sociedade através da organização internacional de ajuda humanitária Help Hands(Mãos que Ajudam, no Brasil).

O programa, que é vinculado à Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, desenvolve ações locais e globais, prestando serviços comunitários, desde reformas de escolas até assistência às vítimas de calamidades em todos os continentes.

A premiação é realizada em vários países e foi criada para homenagear as pessoas e/ou organizações que contribuem ativamente com a sociedade.

Homenagem 

Hemerson Casado é presidente e fundador do Instituto Dr. Hemerson Casado, uma organização sem fins lucrativos que luta pelos direitos das pessoas com doenças raras.

Fundada em 2014, a entidade tem como missão combater as doenças raras promovendo a inclusão dos pacientes e seus familiares através de assistência, propondo políticas públicas e fazendo cumprir as existentes. Além disso, informação, conscientização, educação, pesquisa e desenvolvimento sustentável.

“Não tenho palavras para agradecer tamanho reconhecimento. Tenho uma gratidão imensa a todos e a tudo. O Instituto Dr. Hemerson Casado está no caminho certo. São muitos os desafios, oportunidades, dificuldades. Eu tenho certeza que o ano de 2020 será muito melhor”, afirmou o médico com ELA.

Além de Hemerson Casado, também foram premiados: Carlos Jorge, do Instituto Mandaver, e Ana Fragoso, da ONG O Consolador.

O Instituto Mandaver é uma iniciativa que trabalha para levar esporte, cultura e qualificação profissional para crianças e adolescentes no bairro Vergel do Lago, em Maceió. Já a ONG O Consolador desenvolve ações de assistência desde 1941, com foco em jovens em situação de vulnerabilidade social em cumprimento à Política Nacional dos Direitos Humanos.

Inspiração

Jobil Soares de Moraes, um dos coordenadores do projeto em Maceió, explica que os premiados cumprem todos os requisitos necessários para a homenagem e são fonte de inspiração.

“Foi um prazer homenagear o Doutor Hemerson e sua família, primeiro, pelo padrão exemplar de conduta familiar e social. Segundo, pela ilustre contribuição para a sociedade alagoana e nação brasileira, pelo empenho nas pesquisas, através do seu Instituto, e busca incansável pela cura da ELA”, destacou.

Por Assessoria 

Comentários