III Fórum Alagoano sobre Trânsito busca soluções para reduzir acidentes no Estado

13 nov 2012 - 14:47

Foto: Carla Cleto

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) realiza o III Fórum Alagoano sobre Trânsito e Qualidade de Vida com o objetivo de discutir a importância do respeito às leis de trânsito para uma cultura de paz. Técnicos da Promoção da Saúde, órgãos de trânsito, universitários e educadores se reúnem nos dias 22 e 23 de novembro, no auditório do Maceió Mar Hotel, para debater estratégias que promovam um comportamento gentil no trânsito.

Os acidentes de trânsito representam, entre as causas externas, as maiores razões de internação e óbito motivados por atitudes que levam a situações de riscos. Apenas de janeiro a julho deste ano, 6.641 alagoanos realizaram atendimento no Hospital Geral do Estado devido a acidentes de trânsito. Por essa razão, o Comitê Estadual para Redução da Morbimortalidade no Trânsito acredita que a educação é responsável por estabelecer uma convivência pacífica.

“A consciência fundamentada em valores morais e éticos de respeito e cooperação certamente produz mudanças importantes que contribuem na formação de um trânsito mais seguro e humano”, disse Eloy Yanes, acrescentando que, apesar dos diversos eventos direcionados à segurança no trânsito e ações educativas constantes, os acidentes continuam aumentando e de forma violenta.

“Necessitamos discutir outras formas de sensibilizar a sociedade para um trânsito seguro e de paz, com a finalidade de reduzir o número de internações, sequelas e óbitos no Estado”, complementou o coordenador, que acredita que o III Fórum Alagoano sobre Trânsito e Qualidade de Vida é uma oportunidade para encontrar soluções para reduzir esses números crescentes em Alagoas.

Programação – O evento vai contar com palestra da Superintendente de Vigilância em Saúde, Sandra Canuto, sobre o Perfil dos Acidentes de Trânsito em Alagoas; o delegado de Polícia Civil (ES), Fabiano Contarato, vai abordar sobre a embriaguês na direção de veículos automotores; a socióloga (Ufal) Ruth Vasconcelos fala acerca da Ética do respeito e da responsabilidade; e o tenente da PM Madson Manoel Belarmino, esclarece sobre A lei seca na mudança do comportamento de condutores.

No segundo dia do evento, a enfermeira do CBMAL, Elaine Kristine Rocha Monteiro, vai explicar sobre Os efeitos do álcool no organismo e as reações do motorista alcoolizado; a assistente social do Detran, Audijane Aguiar, fala sobre o Acidente de trânsito e a questão social; o sociólogo Eduardo Biavati (SP) vai explicar sobre a Juventude em Trânsito; o presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente, Cláudio Fernando Soriano, vai falar sobre o Espaço Criança Segura.

Fonte: Ascom / Saúde

Comentários