Idosa de 86 anos, que estava abandonada em residência, é resgatada em Maceió Chefia de Prevenção da SSP recebeu denúncia por meio do 181 e realizou o procedimento para atender a idosa.

Vanessa Siqueira / Assessoria SSP-AL

18 jun 2022 - 15:49


Foto: Ascom / SSP-AL

Uma idosa de 86 anos que vivia em situação de abandono, no bairro do Prado, foi resgatada, no início da noite desta sexta-feira (17), por equipes da Base Comunitária do Vergel do Lago, da Polícia Militar, e pelo Corpo de Bombeiros. A ação foi coordenada pela Secretaria da Segurança Pública, por meio da Chefia de Prevenção, que coordena o projeto Idoso Protegido.

A Chefia de Prevenção recebeu a denúncia por meio do Disque Denuncia 181, que informava que uma senhora de 86 anos, identificada como Maria, residia com um filho usuário de drogas, mas que ele negligenciava a mãe, deixando-a sozinha na residência, sem alimentação e qualquer outro cuidado que a idosa necessitava devido a idade avançada.

Diante das informações, militares do 1º Batalhão, da Base Comunitária do Vergel do Lago, foram até o local e constataram a situação de abandono que a idosa se encontrava. A residência possuía aspecto de abandono, sem nenhum sinal de limpeza. A idosa estava em uma cama aparentando estar desnutrida e sem condições de locomoção.

Uma guarnição do Corpo de Bombeiros foi acionada para conseguir retirar a idosa do imóvel, já que ela estava visivelmente debilitada e correndo risco de morte. Ela foi retirada do imóvel e encaminhada ao Hospital Geral do Estado (HGE), no bairro do Trapiche.

Foto: Ascom / SSP-AL

O tenente Alex Acioly, da Chefia de Prevenção da SSP, explicou que diante do quadro de saúde e pelo fato de a idosa ter somente o filho como parente legal responsável, ficará a cargo do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) acompanhar o caso, realizar o encaminhamento da idosa para uma instituição de longa permanência e também prestar atendimento ao filho, que é usuário de drogas.

“A gente oferece esse projeto à população e oferta o 181 como canal de denúncias para que consigamos prevenir situações como esta e proteger nossos idosos. Estamos no mês de conscientização da violência contra o idoso e mais uma vez a Segurança Pública atuou para salvaguardar a vida dos idosos no nosso estado”, disse.

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.