Hand Talk realiza 2ª edição do maior evento de acessibilidade digital do Brasil

27 jul 2019 - 08:27

Evento ano passado (Foto: Divulgação)

Desde sua criação, a Hand Talk, startup brasileira reconhecida pela ONU com o melhor aplicativo social do mundo, vem conquistando diferentes prêmios e visibilidade por sua atuação.

No início deste ano, a organização foi selecionada para receber o aporte compartilhado de 25 milhões de dólares do Google.org, por meio do programa Google AI Challenge. A Hand Talk foi a única brasileira entre as 20 organizações mundiais selecionadas e receberá R$ 3 milhões de reais do Google para investir em inteligência artificial.

Cerca de 80% dos surdos do mundo têm dificuldade para compreender as línguas escritas de seus países e dependem das línguas de sinais para se comunicar. No Brasil, quase 10 milhões de pessoas possuem deficiência auditiva (Censo 2012) e enfrentam a barreira de falta de acessibilidade em Libras (Língua Brasileira de Sinais) em diversos canais de comunicação.

Foi nesse contexto que a Hand Talk atraiu a atenção de organizações com o Google – realizando a tradução automática de conteúdos em português para Libras com diferentes produtos, em busca de democratizar o acesso à informação e à comunicação.

Com o tema da inclusão em mente, a startup realizará em 8 de agosto a segunda edição do Link: Summit de Acessibilidade Digital, o maior evento sobre o assunto no Brasil. Com transmissão gratuita, ele contará com diferentes recursos de acessibilidade (audiodescrição, legendas e intérpretes de Libras) para que o público esperado de mais de 8.000 pessoas possa acompanhar tudo ao vivo.

Grandes marcas estão confirmadas para apresentarem seus cases de sucesso – entre elas Catho, Bradesco a Azul Linhas Aéreas. Também marcarão presença influenciadores digitais e pessoas com deficiência que são referências em suas áreas de atuação, como o Youtuber surdo Léo Viturinno e o campeão paralímpico Clodoaldo Silva.

Outro destaque da programação serão as palestras técnicas, com dicas práticas de acessibilidade na web para diferentes públicos. Lucas Radaelli, deficiente visual e engenheiro de Software do Google, ressalta a importância de um evento como esse, deixando seu convite aos interessados.

“Um evento incrível como o Link é importante não apenas para falar sobre a necessidade da acessibilidade. Disso todos já sabemos. Ele é importante porque juntos, independente de qual lugar do mundo estamos, podemos mudar a realidade, e, certamente, é apenas juntos que aprendemos. Espero todos lá!”, disse.

O brasileiro, que trabalha com acessibilidade na gigante de buscas em São Francisco, participará do evento com a palestra “Definindo um processo para acessibilidade: implantando, desenvolvendo e testando”. 

A abertura fica por conta de Ronaldo Tenório, CEO e fundador da Hand Talk. “O Link 2019 é uma evolução do evento do ano passado. Os cases de acessibilidade digital das empresas estão mais maduros e vamos ter palestras para todo tipo de público, sejam profissionais de comunicação e tecnologia, sejam militantes e entusiastas da causa.”

Para acessar a programação completa e se inscrever na transmissão ao vivo, acesse o site do evento.

Por Assessoria

Comentários