Governo entrega farelo de milho e soja a agricultores em Santana e Delmiro

07 fev 2013 - 15:45


Foto: Ilustração

O governo do Estado inicia, na sexta-feira (15), a entrega de farelo de milho e de soja a agricultores familiares do Sertão que sofrem com os efeitos da estiagem prolongada. Nessa primeira etapa, serão repassadas 180 toneladas, sendo 120 de farelo de milho e 60 de farelo de soja.

Haverá duas solenidades de entrega do produto: uma será realizada em Santana do Ipanema e outra em Delmiro Gouveia. As duas vão contar com a presença do governador Teotonio Vilela, do secretário de Estado da Agricultura José Marinho Júnior, prefeitos, autoridades locais, agricultores e lideranças do meio rural.

“O repasse de farelo é também uma demanda dos produtores, que indicaram essa necessidade ao Comitê Integrado de Combate à Seca. Somando esta ação a outras que já estão sendo executadas, esperamos amenizar um pouco mais a situação dos agricultores, pois a seca continua”, frisou o secretário José Marinho Júnior.

Os dois tipos de farelo servem de alimento para os animais, principalmente bovinos, e vão ajudar a garantir a produção de leite. Ao todo, o governo vai distribuir 1.508 toneladas de farelo de soja e 3.150 toneladas de farelo de milho. A aquisição dos produtos, por meio de licitação, foi realizada com recursos repassados pelo governo federal para as ações de combate à seca.

De acordo com o secretário de Estado adjunto da Seagri, Henrique Soares, que é zootecnista, o farelo é necessário para a nutrição animal. “Com esse alimento, aliado ao manejo adequado, os animais podem recuperar sua capacidade de produção de leite. Uma boa alimentação é importante também para a reprodução animal”, explicou.

Ações estruturantes – Além das ações emergenciais, o governo do Estado, em parceria com o governo federal, desenvolve algumas ações estruturantes para convivência com a seca. São elas: limpeza de barreiros e açudes em 31 municípios, com investimento de R$ 1 milhão 430 mil; recuperação imediata de 27 poços e dessalinizadores em 27 comunidades (sendo 18 recuperações e 9 perfurações).

Para auxiliar na ampliação da oferta de água, R$ 180 mil foram investidos na aquisição de 10 conjuntos motobombas, que já estão sendo usados – outros 10 conjuntos estão sendo adquiridos. Por meio da Casal, o governo investe R$ 300 mil por mês em água para abastecer os carros-pipa; 30 técnicos da Emater/Seagri compõem uma força-tarefa específica para auxiliar os agricultores na elaboração de projetos para obtenção de crédito especial e para inscrições no Garantia Safra. Em virtude desta ação, Alagoas já tem 25 mil inscritos no Garantia Safra (o Estado possui, para este ano agrícola, 30 mil cotas, mas o prazo de inscrições ainda não acabou).

Por Ascom Seagri

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.