Governo de Alagoas inicia licitação do Hospital do Médio Sertão em Palmeira O investimento total na unidade hospitalar, entre estrutura física, equipamentos e mão de obra, será de aproximadamente R$ 100 milhões.

16 jun 2021 - 08:38

Prefeito de Palmeira se encontrou com membro da CPL (Foto: Fotos : Diego Wendric / Assessoria)

O dia 15 de junho de 2021 será, a partir de agora, uma data histórica para Palmeira dos Índios. Nesta terça-feira, o Governo de Alagoas iniciou  o processo licitação do Hospital Regional do Médio Sertão, que vai ser construído no município e passará a ser referência para partes das regiões da Zona da Mata, Médio Sertão e Agreste, e cobrirá cerca de 25 municípios. O investimento total na unidade hospitalar, entre estrutura física, equipamentos e mão de obra, será de aproximadamente R$ 100 milhões.

De acordo com o presidente da Comissão Permanente de Licitação  (CPL) , o resultado da empresa vencedora da licitação para a execução da obra será anunciado em breve. “Até sexta-feira (18) estaremos promovendo a análise das habilitações e convocando para preços e, correndo tudo bem, é um processo para 15 dias. Será um sucesso e o governador Renan Filho priorizou essa obra”, afirmou. 

O Hospital Regional do Médio Sertão será construído onde funcionava o antigo Parque de Rodeios de Palmeira. A área já está reservado e as tratativas técnicas e políticas estão todas alinhadas.

“Esse Hospital é um sonho para o povo de Palmeira dos Índios e para a nossa região, e teremos dois grandes hospitais no município, junto com o Hospital Santa Rita. Vamos lutar muito para que essa unidade seja erguida no menor espaço de tempo possível para a glória e honra de Deus, primeiramente, e depois para a alegria de todos aqueles que sonharam com isso”, disse o prefeito Júlio Cezar.

O gestor de Palmeira informou que esteve na Comissão Permanente de Licitação do Estado para um agradecimento formal à equipe e, também, de lá, fazer um agradecimento ao governador Renan Filho por este presente a região. “Esta é uma data histórica para Palmeira dos Índios e que ficará para muitas gerações”, finalizou Júlio.

Por Lucianna Araújo / Assessoria

Comentários