Sobre Diógenes Pereira

Diógenes Rodrigues Pereira é Psicólogo Clínico, Terapeuta Cognitivo Comportamental, Especialista em Avaliação Psicológica, Palestrante, Consultor Pessoal e Organizacional. Formado pelo Centro Universitário Cesmac (Maceió).


Eu não consigo mudar

16 janeiro 2022


Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil/Arquivo

Parte da realidade

Brasileira em decadência,

Excesso de vaidade, 

E escassez de inteligência,

O foco é a diversão,

Explode a emoção

Do costume cultural,

Muita coisa é adiada 

Para depois da virada

Em forma de ritual.

 

Em cada festa marcada

Como retrospectiva,

Cada meta planejada,

Contundente, decisiva,

Como numa grande peça,

Pois o ano só começa 

Quando passa o carnaval.

Um ditado vagabundo

Que deixa sempre em segundo

O que é essencial.

 

Pular três ondas do mar,

Na grande empolgação,

Jogar champanhe no ar,

Sela a comemoração.

A roupa branca usada

Bem na noite da virada

Pra trazer saúde e paz,

Quem focou só em beber,

No primeiro amanhecer

Nem levantar é capaz.

 

Na lista tão conhecida

Que parece universal,

Mudar o rumo da vida,

Ser sempre bem pontual,

Conviver com mais sossego,

Arrumar outro emprego,

Voltar fazer exercícios,

Reservar algum recurso,

Estudar para concurso,

Deixar de lado alguns vícios.

 

É muito fácil falar

Difícil mesmo é fazer,

Não adianta jurar

E depois se arrepender.

Quem não faz manutenção

Em forma de prevenção

Termina no prejuízo,

Diante à fragilidade

Requer muita habilidade

Pra não perder o juízo.

 

A sua prioridade 

Dever ser sua saúde,

Pra manter a sanidade,

Coerência, atitude,

Sua saúde mental

E gestão emocional

Não pode ser adiada,

Seja mais inteligente,

Sem equilíbrio na mente

Você não resolve nada.

 

A você quero ser franco

Com muito sinceridade

E todo janeiro branco

É uma realidade

Não ligue pro preconceito

Torne-se então o sujeito

E gerencie sua mente,

Ou bota logo em ação

A sua evolução

Ou sofrerá novamente.

 

Falta de conhecimento

Resulta na falsa crença.

“Trauma é só fingimento,

Depressão não é doença,

Eu não estou adoidado,

Não quero ser viciado

Em remédio pra dormir,

Psicologia é pros fracos,

Meus problemas meus buracos

Eu mesmo posso sair”.

 

Busque orientação

Apoio profissional

Com essa intervenção

Aumente o potencial

Com remédio e terapia

Desenvolva autonomia

Comece logo em janeiro.

Ruim é adoecer

Sem saber o que fazer

E sofrer o ano inteiro.

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.