Estudantes já podem se inscrever no Programa Jovens Embaixadores Podem participar de intercâmbio nos EUA todos os alunos da rede pública de ensino; prazo para pré-cadastro termina em agosto

Manuella Nobre / Seduc

06 jul 2023 - 20:30


Edmilson José da Silva Filho, aluno da Escola Estadual Aristheu de Andrade, de Colônia Leopoldina, selecionado para representar Alagoas nos Estados Unidos (Foto: Thiago Ataíde

Os estudantes do Ensino Médio da rede pública de ensino têm uma excelente oportunidade de vivenciar um intercâmbio nos Estados Unidos. É que estão abertas as inscrições para o Programa Jovens Embaixadores (JE) 2024, uma parceria entre a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e a embaixada americana. O pré-cadastro, que deve ser feito até o dia 13 de agosto, está disponível no endereço eletrônico www.jovensembaixadores.org.br.

São pré-requisitos para candidatar-se: nacionalidade brasileira (ter nascido no Brasil ou ser legalmente naturalizado/a); ter idade entre 15 e 18 anos (ao menos 15 anos na data de início do programa, além de não completar 19 anos até o seu encerramento); pouca ou nenhuma experiência anterior no exterior (caso já tenha participado de outro intercâmbio, este não pode ter excedido 20 dias); jamais ter viajado para os Estados Unidos; ter boa fluência oral e escrita em inglês; cursar o ensino médio na rede pública (é preciso estar cursando ao menos o 1º ano do ensino médio em 2023); pertencer à camada socioeconômica menos favorecida; possuir excelente desempenho escolar; dispor de perfil de liderança e iniciativa; ser comunicativo; possuir boa relação em casa, na escola e na comunidade; e possuir engajamento ativo em iniciativa de empreendedorismo/impacto social, além de comprovar já ter realizado ao menos 6 meses – contínuos ou não – em uma ou mais dessas atividades.

De acordo com a Gerência Especial de Execução de Programas e Projetos na Rede Estadual (GEPPRE), o programa ocorrerá entre os meses de janeiro e fevereiro de 2024, proporcionando oficinas sobre liderança e empreendedorismo, visitas a escolas, projetos, empreendedorismo social e reuniões com representantes do governo norte-americano, bem como outras atividades relacionadas ao tema do programa, além de apresentações sobre o Brasil.

“O processo seletivo é bastante competitivo, com instituições parceiras localizadas em todos os estados brasileiros trabalhando no recrutamento e pré-seleção de pessoas interessadas para um número limitado de vagas. Em Alagoas, a Seduc tem a grata satisfação de contar com estudantes participantes e selecionados em quase todas as edições do programa”, destaca o gerente Leandro Lima.

Em 2022, o estudante selecionado para representar Alagoas nos Estados Unidos foi Edmilson José da Silva Filho, aluno da Escola Estadual Aristheu de Andrade, localizada em Colônia Leopoldina, município da região Norte do estado.

Todas as informações e instruções para inscrição no programa seguirão disponíveis na página oficial do programa, na página da Embaixada dos EUA e no Instagram da Embaixada dos EUA (@embaixadaeua).

Comentários