Estado anuncia parceria com Prefeitura de Santana para construção de outro abatedouro

12 jun 2015 - 18:49

Novo matadouro deve ser em Santana do Ipanema ou entre o município e a cidade de Olho d’Água das Flores.

O governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Pesca e Aquicultura (Seapa), anunciou durante a tarde de hoje, sexta-feira (12) que reafirmou a parceria junto à Prefeitura de Santana do Ipanema, a fim de buscar meios que possibilitem a construção de um novo matadouro público na cidade. O acordo aconteceu após uma reunião com o prefeito Mário Silva e outros gestores de cidades circunvizinhas.

A cidade do Médio Sertão possui um abatedouro bovino que atende a pelo menos oito cidades, entre elas, Poço das Trincheiras, Maravilha, Senador Rui Palmeira, Dois Riachos e Ouro Branco. Entretanto o local é considerado fora dos padrões exigidos pelos órgãos de fiscalização e precisa passar por adequações.

O Estado afirma que ficará à frente do projeto junto do Poder Executivo Municipal, que será realizado com a participação das secretarias de Agricultura e Meio Ambiente e Recursos Hídricos, do IMA-AL, da Adeal e Emater. Também irão fazer parte da força-tarefa a Federação de Agricultura do Estado de Alagoas (Faeal) e Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). 

Obra parada 

Segundo o prefeito de Santana do Ipanema, Mário Silva, em 2005 teve início a construção de um matadouro para abate de pequenos animais, que é dividido em dois setores: um para avicultura e outro para bovino, caprino e ovino. O gestor disse que a obra está parada devido a várias complicações no projeto, na construção e na compra indevida de equipamentos. 

A ideia, afirmou o prefeito, era manter o abate bovino nesta obra, mas na reunião desta sexta-feira ficou constatado que é impossível uma adequação, por isso será necessária a construção de um novo matadouro público. 

O local, ainda não definido, poderá ser em Santana do Ipanema ou entre o município e a cidade de Olho d’Água das Flores. Com o novo abatedouro, Santana do Ipanema passará a atender a 20 municípios da região. Hoje, a cidade abate, em média, por semana, cem bovinos.

A reunião teve também a participação do deputado federal Marx Beltrão; do secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Alexandre Ayres; do diretor-presidente do IMA-AL, Gustavo Ressurreição Lopes; do presidente da Faeal, Álvaro Almeida; do presidente da Adeal, Marcelo Lima; do presidente da Emater, Carlos Dias; da assistente técnica do Médio Sertão do MDA, Edileide Brandão, e representantes da Prefeitura de Santana do Ipanema e técnicos da Seapa e Adeal.

Da Redação com Agência Alagoas

Comentários