Sobre Clerisvaldo Chagas

Romancista, historiador, poeta, cronista. Escritor Símbolo do Sertão Alagoano.


ESPANTANDO MORCEGOS

17 abril 2018


Ilustração (Ciência Hoje)

Gosta do que é bom? Veja que maravilha de texto:

Os morcegos são mamíferos que possuem uma alimentação variada. São conhecidas cerca de 1.100 espécies de morcegos. Entre elas apenas três espécies se alimentam de sangue. Os morcegos das demais espécies podem se alimentar de: frutos (manga, banana, mamão, goiaba, por exemplo); néctar e pólen de flores, como a do ipê e maracujá-de-restinga; folhas diversas; animais diversos como certos insetos, ratos, pássaros, lagartos e rãs.

Os morcegos podem auxiliar na manutenção da vida em cavernas escuras. Nesses ambientes, em virtude da ausência de luz solar, não se desenvolvem seres fotossintetizantes. Os morcegos saem da caverna em busca do seu alimento. Quando retornam, eliminam fezes ricas em nutrientes, que se acumulam no piso das cavernas. As fezes dos morcegos podem então alimentar animais, como certas espécies de grilos, moscas e besouros que habitam as cavernas. Esses animais, por sua vez, podem servir de alimento para outras espécies desse mesmo ambiente, como certas aranhas e centopeias.

Se os morcegos abandonarem as cavernas à procura de outro local em que possam se instalar, grilos, besouros, aranhas e centopeias, entre outros animais, ficam à míngua de alimentos, e a vida corre o risco de desaparecer pouco a pouco nesse ambiente.

Assim, trazendo matéria e energia do mundo banhado de luz para o interior das cavernas escuras, os morcegos atuam como o elo entre o mundo iluminado e o mundo das trevas”.

BARROS, Carlos & PAULINO, Wilson. Ciências, o meio ambiente. São Paulo, Ática, 2011. Pág. 36.

Diz o dicionário sobre morcego: “Nome comum aos mamíferos da ordem dos quirópteros, de corpo semelhante ao de um rato, e que têm os membros anteriores dotados de patágio, o que lhes permite funcionar como asas.

Clerisvaldo B. Chagas. 17 de abril de 2018

Crônica 1.881 – Escritor Símbolo do Sertão Alagoano

Comentários