Encontro em Santana: Escolas do Sertão apresentam planos para melhoria do Ideb

04 Maio 2017 - 00:16


Dirigentes educacionais apresentaram experiências e planos para aumentar nota do Ideb.

Vice-governador esteve presente no encontro em Santana (Foto: Valdir Rocha / Agência Alagoas)

Vice-governador esteve presente no encontro em Santana (Foto: Valdir Rocha / Agência Alagoas)

Diretores e coordenadores de escolas estaduais da 6ª e 8ª Gerências Regionais de Educação (Geres) estiveram nesta quarta-feira (3) na cidade de Santana do Ipanema para socializar planos de ação, que buscam a melhoria de índices educacionais, a exemplo do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). 

O evento faz parte das ações do Programa Escolas 10, uma iniciativa do Governo de Alagoas. Além dos gerentes educacionais, o encontro, que ocorreu na Escola Laura Maria Chagas também contou com a participação do vice-governador e secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa.

O dirigente da pasta estadual afirmou que é essencial ter os professores motivados em sala de aula, para alcançar o resultado esperado no programa. “Esta ação de planejamento, engajando a todos e socializadas nas regionais, dá exatamente a dimensão desta importância”, avaliou ele.

Esta é a terceira etapa da construção das metas a serem atingidas pelas escolas. A primeira foi a realização das oficinas com orientação para elaboração dos planos de ação. Na sequência, as unidades de ensino socializaram com suas comunidades e construíram seus próprios planos. “Hoje é o dia da apresentação destes planos”, explicou Fabiana Alves, gerente de Educação Básica da Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

Nesta quarta também foram apresentados os planos das escolas da 5ª Gere (Arapiraca). Na quinta será a vez da 3ª e 9ª Geres (Palmeira dos Índios e Penedo, respectivamente). Na capital estarão reunidas a 4ª, 10ª e 13ª, em evento no Centro de Formação Ib Gatto (Cenfor), no Cepa.

Na sexta-feira (5), o processo será concluído com as exposições da 1ª Gere, no Cenfor/Cepa; 11ª Gere, em Piranhas, e 12ª e  7ª Geres em Rio Largo, na Escola Estadual Francisco Leão.

Atingindo metas

 Com a meta do Ideb definida em 4.4, a Escola Estadual Professor Aloísio Ernande Brandão, de Santana do Ipanema, foi uma das participantes do evento. A diretora-geral Agilsa Maria Soares da Silva aponta o combate à evasão escolar e à distorção idade/série como principais desafios a serem superados.

“Muitas vezes, os alunos mais velhos ficam envergonhados de estar entre os mais jovens, além do desestímulo da própria família. Por isso, o nosso foco será neste sentido”, afirma Agilsa.

A coordenadora pedagógica da Aloísio Ernande, Flaviana Cordeiro Wanderley, informa as ações já implementadas. “Dentro do plano de ação, a escola adotou o fortalecimento de vínculos com a família, por meio de parceria com as secretarias de Saúde e Assistência Social do município, trabalhando a autoestima dos alunos, aula de ballet e violão. Professores e mães já nos relatam a melhoria no comportamento dos alunos e o interesse em estar na escola”, declara a coordenadora.

Marta Tavares, diretora-geral da Escola Estadual Laura Chagas, também enumera os resultados já alcançados desde a implantação do Escola 10. Além da oferta de ensino integral, a unidade também atende 300 estudantes de ensino fundamental.

“Com a formação realizada em Maceió, percebemos quais eram os nossos problemas. Nosso primeiro passo foi corrigir a inconsistência de informações no Censo Escolar. Temos uma projeção de 5.1 para o próximo Ideb e, para isto, estamos trabalhando com os professores e abraçando a causa dos laboratórios de aprendizagem em Língua Portuguesa e Matemática, com reforço de Matemática também aos sábados. Ainda disponibilizamos laboratórios de informática para o incentivo à pesquisa. Trabalhamos numa perspectiva contextualizada e esperamos alcançar nossa meta”, explicou Marta.

Da Agência Alagoas com edição da Redação

Comentários