Empresa portuguesa lança criptomoeda para facilitar investimentos imobiliários do Brasil Inovação reduz custos para brasileiros que querem investir em imóveis no exterior e também no Metaverso.

Assessoria

08 Maio 2022 - 07:00


Foto: Frank Nürnberger / Pixabay

A Rhamos Properties, empresa de gestão imobiliária localizada em Portugal,  lança a RHP, primeira criptomoeda totalmente destinada ao mercado imobiliário. A whitelist (lista que permite o acesso exclusivo e antecipado à compra) já está disponível. A RHP serve como meio de pagamento para imóveis físicos e digitais promovidos pela instituição, facilitando o acesso aos brasileiros no processo de compra e na redução dos custos de transferências internacionais na aquisição de imóveis no exterior.

“Temos imóveis disponíveis em Portugal, em várias zonas do país, mas também no Metaverso, sob a forma de NFTs. O nosso objetivo é estar na vanguarda do setor imobiliário, antecipando as tendências do mercado imobiliário e trazendo o futuro para o dia de hoje. Vamos ser pioneiros na revolução que a tecnologia Blockchain trará ao mercado”, explica Lázaro Ramos, fundador e CEO da empresa.

A criptomoeda RHP é uma Stablecoin, uma moeda estável porque o seu valor está ligado ao preço dos imóveis físicos e à procura do mercado. Além da facilitação da compra no exterior, a RHP abre portas a novas formas de investimento, como ativos digitais, os NFT’s (token não fungível).

Nesta fase de pré-lançamento, a RHP tem um valor de 0,20€, num estoque limitado de 10 milhões de RHPs. Até ao momento, a Rhamos Properties afirma que já foi demonstrado interesse por investidores e parceiros da empresa em adquirir 8,75 milhões. A partir do lançamento oficial que será a partir de 3 de Maio, o preço inicial será de 1€ por cada RHP.

Vantagens aos brasileiros

“A RHP oferecerá o melhor dos dois mundos para investidores do Brasil que queiram comprar imóveis na Europa”, avalia Ramos. Ao optar pela criptomoeda para adquirir uma propriedade no exterior, os brasileiros ficam isentos dos pagamentos de taxas e IOF normais em transações de câmbio convencionais.

Numa simulação realizada usando um sistema digital de transferência internacional de valores, o custo em tarifas e impostos para alguém com patrimônio no Brasil depositar o equivalente a € 500 mil para um negócio em Portugal chega a mais de R$ 142 mil. Com o uso da RHP, este valor cai para zero e a transação é imediata (em média, transferências internacionais tardam três dias).

Outra vantagem é que não se paga imposto em Portugal por comprar ou vender criptomoedas, o que significa que, mesmo que a RHP se valorize, o investidor brasileiro que optar pela moeda digital pode trocá-la por Euro pagando 0% de imposto.

Internet revoluciona compra de imóveis

A compra de direitos de propriedade de um imóvel, totalmente através da internet, está a um passo de ser possível. A partir do final do mês de maio,  vai estar disponível para teste uma versão BETA do Marketplace de imóveis em NFT (Tokens não fungíveis) que permitirá ao público fazer toda a operação de compra de imóveis em Portugal à distância, sem precisar de estar (ou ter estado) no país.

Regulamentação – A RHP foi classificada pela CMVM (Comissão do Mercado de Valores Mobiliários) como uma ICO (Initial Coin Offering), não representando valor mobiliário e, por isso, não está sujeita à sua supervisão.

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.