Empresa inglesa cria spray que vira tecido na hora

17 Maio 2013 - 21:55

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Uma empresa da Inglaterra chamada Fabrican acaba de anunciar um tecido feito na hora por spray. Patenteada em 2000, só agora a tecnologia se transformou em produto.

Em parceria com a empresa de confecções Fabrican e engenheiros químicos no Imperial College de Londres, o designer espanhol Manel Torres desenvolveu o tecido em spray que espirra fibras de algodão, que criam ligações entre si e se combinam com polímeros, unindo-se para formar o tecido.

As fibras são mantidas em estado líquido usando-se um solvente, que evapora quando o spray toca a pele, se transformando em uma fina camada de tecido que pode ser retirada, lavada e vestida novamente.

Segundo a página da empresa na internet, a tecnologia Spray-on pode ser usada em vários segmentos: na forma de roupas, de curativos médicos, toalhas higiênicas e outras aplicações.

Manel Torres explicou recentemente em uma palestyra do TEDex que “a ideia surgiu quando ele pensava em criar um material futurístico, sem costura, rápido e confortável”. Ao testar várias ideias, o designer diz que acabou voltando aos princípios dos primeiros tecidos, como o feltro, que também eram produzidos pela união de fibras, sem ter que tecer ou costurá-las.

Patenteada como um tecido feito instantaneamente por aerossol, a película pode ser aplicada por aerossol ou pistola de jato, como na foto acima, e deverá chegar ao mercado em breve.

Por Luiz Genro / Jornal GGN

Comentários