Empresa alagoana é selecionada para o programa acelerando a transformação digital Tatu representa uma das duas empresas nordestinas a participar do programa de aceleração, que investirá até 15 mil dólares em sua expansão mercadológica e digital

Tárcila Cabral / Fapeal

06 abr 2022 - 19:00


Tatu foi selecionada para a fase de mentoria do projeto, que irá aportar apoio financeiro e intelectual para os profissionais (Foto: Agência Tatu)

A Agência Tatu é a mais nova empresa alagoana a ser contemplada no programa Acelerando a Transformação Digital, que irá contar com mentorias e fundos de investimento.

A empresa contou com apoio do Governo de Alagoas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado (Fapeal), e continua conquistando fomentadores aos seus projetos. A cofundadora e diretora de conteúdo Graziela França e o diretor de tecnologia da Tatu, Lucas Maia, concederam uma entrevista acerca da nova conquista.

Nesse escopo de expansão, o mais recente avanço da agência de jornalismo de dados foi o programa de aceleração promovido pela Associação de Jornalismo Digital (Ajor) em conjunto com a Meta – corporação responsável pelo Facebook e Instagram.

A Tatu foi selecionada para a fase de mentoria do projeto, que irá aportar apoio financeiro e intelectual para os profissionais. Assim, a equipe contará com o auxílio de um mentor experiente do mercado jornalístico nacional. O objetivo com essa conquista é expandir a startup para outros estados nordestinos e, no decorrer do processo, definir a melhor maneira de utilizar os recursos oferecidos para alcançar esse objetivo.

“Estamos sempre atentos às iniciativas de aceleração e financiamento, mas, também, integramos a Associação de Jornalismo Digital (Ajor). Por meio deles somos atualizados e incentivados a participar destes editais e seleções”, citaram os gestores.

A empresa faz jus às últimas conquistas que vem alcançando: em outubro de 2020, ela já tinha sido convidada a integrar um programa de aceleração ofertado pela Google News Initiative para 10 startups jornalísticas. Agora, com o novo êxito, ela representa uma das duas empresas nordestinas a participar do programa de aceleração, que investirá até 15 mil dólares em sua expansão mercadológica e digital.

Mas pode se dizer que o verdadeiro pontapé se iniciou com o auxílio da Fapeal, em 2020, que colaborou a dar um empurrão nessa jornada. A chamada de Economia Criativa, categoria “Editorial”, foi o primeiro edital em que a Agência foi contemplada e, graças a esta oportunidade, foi possível visualizar os erros, avaliá-los e trabalhar no contorno deles, amadurecendo ideias e a atuação.

A dupla de profissionais frisa que além do aporte financeiro, o conhecimento, apoio e mentorias da Fapeal auxiliaram a consolidar áreas da Tatu que não recebiam tanta atenção, como as de planejamento financeiro, por exemplo.

“Pensamos em projetos que aliem o crescimento e expansão da Tatu à sustentabilidade financeira e à inovação a serviço do interesse público”, frisaram Graziela França e Lucas Maia.

Conheça a Tatu

Os gestores da Tatu explicam que a Agência é um veículo de jornalismo que atua produzindo conteúdos com foco na região Nordeste e, atualmente, mais especificamente em Alagoas.

“A nossa produção vai além do que é noticiado nos veículos tradicionais. Nós utilizamos dados, principalmente os públicos, para descomplicar informações que são interessantes ao leitor/espectador, assim como aproximamos esses dados públicos da realidade das pessoas, para que fique mais fácil entender”, abordaram a cofundadora e o diretor.

Para, além disso, a startup elabora matérias explicativas e possui produtos que envolvem tecnologia, análise de dados e prestação de serviço, como o Abastece Maceió, aplicativo que mostra onde encontrar combustível mais barato em Maceió, utilizando os dados das notas fiscais emitidas pelos postos e fornecidas pela Sefaz.

Referência no jornalismo nacional

No mês de abril, quando a empresa completa cinco anos de existência, a dupla reflete que não imaginava que a agência se tornaria uma referência quando se trata de jornalismo de dados e comunicação regional. “Alegra-nos saber que, apesar de todas as dificuldades que enfrentamos e enfrentaremos, conseguimos contribuir com o jornalismo sério e de credibilidade, e podemos levar o nome de Alagoas para todo o país”, completam França e Maia.

Segundo os empreendedores, a intenção é promover eventos e cursos que façam com que os próprios jornalistas e estudantes entendam, de fato, o que é jornalismo de dados e possam dar os primeiros passos para atuar na área. É desta forma que a Tatu visualiza o futuro, com o desejo de alcançar mais pessoas em Alagoas, assim como expandir as produções para outros estados do Nordeste.

Saiba mais

A Fapeal e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae AL) desenvolveram um catálogo para servir como “cartão de visitas” para investidores, parceiros e potenciais clientes interessados em conhecer os produtos e serviços desenvolvidos por quinze empresas através do Edital de Economia Criativa. Clique aqui e confira.

As empresas participantes e as áreas dos projetos são: Artes Visuais: Entremuros; Audiovisual: Cacto Facto; Céu Vermelho e La Ursa; Editorial: Editora Labafera e Agência Tatu de Jornalismo de Dados; Games: Alajoan; Núcleo Zero e Medx; Música: Arteiros S/A e 60+Música: Design: Estampa POP; Mini Mana; Wood Zoo e os designers Elder Santiago e Rodrigo Ambrósio, como substitutos do projeto “Vinco”.

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.