Em uma semana, operação da Arsal faz 300 abordagens a veículos particulares Ação visa coibir irregularidades no transporte clandestino de passageiros em todo estado.

13 jul 2019 - 10:03

Ação visa coibir irregularidades no transporte clandestino de passageiros em todo estado (Foto: Assessoria)

A Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas (Arsal) continua as operações de combate ao transporte clandestino em todas as vias do estado. Durante os quatro dias de fiscalizações, a Autarquia e a Polícia Militar, promoveram um reforço concentrado em ações nos locais com maiores índices de veículos sem a devida autorização para o transporte de passageiros.

As ações, que tiveram início na última terça-feira (09) contabilizam mais de 300 abordagens a veículos particulares, onde, destes foram recolhidos e autuados 32 por transportar clandestinamente passageiros entre os municípios, prejudicando os usuários do Sistema de Transporte Rodoviário Intermunicipal de Passageiros do Estado de Alagoas.

O transporte irregular coloca em risco a vida do usuário, devido à precariedade de conservação dos veículos. Para o motorista, Júlio Cezar, que faz a linha Marechal Deodoro à Maceió, o trabalho constante dos Agentes de Apoio da Arsal garante a qualidade no serviço do transporte intermunicipal. “Acho importante o trabalho de fiscalização que está sendo feito pela Agência, dando mais segurança aos passageiros, eles andam em veículos que são vistoriados anualmente, todo certinho, em vez de andar em carros clandestinos, que não tem qualquer responsabilidade”, falou.

Para o diretor-presidente da Arsal, Ronaldo Medeiros, seu dever é garantir qualidade, eficiência e segurança do serviço ofertado a população. “Essas operações são fundamentais e continuarão acontecendo constantemente. Pedimos o apoio dos usuários ajudando a Arsal fiscalizar; uma ligação para a nossa Ouvidoria denunciando as irregularidades do dia a dia, podem ajudar no combate ao transporte clandestino e consequentemente tornando o Sistema mais seguro. Pedimos que todos só utilizem o transporte autorizado, devidamente identificado, assim vocês terão a certeza de que está se deslocando em um veículo seguro, vistoriado e controlado pelo Estado”, frisou o presidente.

A Coronel PM Fátima Basílio, ressalta a importância do convênio firmado entre a Arsal e a Polícia Militar para garantir o desenvolvimento das atividades dos permissionários que estão regularizados com a Autarquia. “Essa parceria vem para reafirmar a importância do trabalho desenvolvido para combater o transporte clandestino, dessa forma, garantindo o bem-estar e a segurança dos usuários, já que fazem uso do serviço e precisam ter segurança e qualidade. Então estamos fiscalizando e caindo em cima do que vem errado”, disse a Coronel.

As equipes de agentes continuam realizando as operações para combater os veículos clandestinos, além de realizar o disciplinamento dos transportadores complementares, mantendo, dessa forma, o padrão exigido no credenciamento.

Kleber Calheiros, permissionário provisório que realiza viagens de Maceió para Coqueiro Seco – região Metropolitana de Maceió, conta que era transportador clandestino, mas ao se regularizar vê a atuação dos Agentes de forma diferente. “A fiscalização está ai para punir o clandestino e quem estiver irregular, estes prejudicam bastante nosso trabalho, já que temos contas a pagar, enquanto eles não possuem despesas para pagar. Com a retirada desses carros de circulação o movimento cresce bastante e ficamos felizes com isso”, contou o permissionário.

Por Addison Couto / Assessoria Arsal

Comentários