Em sete dias, Hospital de Campanha atende 43 pacientes e registra 13 altas médicas Unidade hospitalar reiniciou as atividades no dia 30 de março e conta com 142 leitos clínicos e oito salas de estabilização

06 abr 2021 - 19:00

Hospital de Campanha Dr Celso Tavares já atendeu 43 pacientes em uma semana de funcionamento (Foto: Márcio Ferreira / Agência Alagoas)

O atendimento humanizado e acolhedor tem sido a principal característica da assistência prestada pela equipe multidisciplinar do Hospital de Campanha Drº Celso Tavares aos pacientes diagnosticados com a Covid-19. A unidade hospitalar foi reaberta no último dia 30 de março e, em uma semana, 43 usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) foram admitidos no hospital.

O Hospital de Campanha conta com 142 leitos clínicos e oito salas de estabilização para tratar os pacientes que apresentarem uma piora durante o período de internação na unidade. As salas de estabilização contam com ventilador mecânico, monitor multiparâmetro, bomba de infusão de medicamentos e desfibrilador.

Esses equipamentos asseguram ao paciente toda assistência necessária para estabilizar o quadro de saúde e depois transferi-lo até o Hospital Metropolitano ou o Hospital da Mulher, segundo destacou Claubiano Moura, diretor da unidade hospitalar.
“Inauguramos o hospital em um momento fundamental no enfrentamento à pandemia da Covid-19, para dar um alívio na Rede de Saúde Pública de Alagoas, principalmente nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). Conseguimos atender a maioria dos pacientes infectados com a Covid-19 por apresentarem sintomas leves e moderados, que são aqueles que precisam de um leito clínicos para o tratamento”, disse o médico.

Diferencial

O Hospital de Campanha conta com uma Usina de Oxigênio funcionando 24 horas por dia, com capacidade para produzir 13 mil litros do gás medicinal por hora, abastecendo os 142 leitos clínicos e as oito salas de estabilização da unidade hospitalar.

Para o diretor do hospital, essa rede interna de oxigênio é um diferencial para a unidade. “A usina nos torna autônomos na produção de oxigênio, garantindo que não falte esse gás tão importante, para os pacientes que estão utilizando a oxigenoterapia”, destacou Claubiano Moura.

Altas médicas

Durante os primeiros sete dias de funcionamento, o Hospital de Campanha Dr. Celso Tavares concedeu alta médica para 13 pacientes que foram diagnosticados com a Covid-19. Eles fazem parte dos 8.427 usuários que estiveram internados nas unidades da Rede de Saúde Pública de Alagoas e já estão de volta para casa.

Ocupação de leitos

Dos 142 leitos Clínicos disponíveis no Hospital de Campanha, 18 estão ocupados, o que representa 13% de ocupação. Outros quatro usuários tiveram o quadro agravado pela doença e precisaram ser colocados nas salas de estabilização, deixando a ocupação do setor em 50% da capacidade total das oito vagas disponíveis. As informações são do último boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau)

Por João Victor Barroso / Agência Alagoas

Comentários