Em AL, Haddad fala a Renan: “Lula sabe o valor de quem o defende publicamente”

03 set 2018 - 07:35

Haddad esteve em Alagoas neste domingo (Foto: CadaMinuto)

Ainda na condição de candidato a vice-presidente na chapa encabeçada por Lula (PT), o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), concedeu entrevista coletiva à imprensa neste domingo (02), em Maceió. Durante o encontro, ficou claro que qualquer mudança na composição só deve ocorrer a partir de amanhã, depois da reunião entre o próprio Haddad e o ex-presidente, preso em Curitiba.

“Na reunião que tivemos na quinta-feira passada, não tratamos do registro da candidatura, mas na segunda-feira vamos levar a ele esse novo cenário, não previsto. Se houver novidades será amanhã”, afirmou durante a coletiva, acompanhado do governador Renan Filho (MDB), do senador Renan Calheiros (MDB) e do deputado federal Paulão (PT).

Questionado se a demora em uma possível mudança na chapa não prejudicaria a “transferência” de votos, Haddad disse acreditar que a população está acompanhando atentamente essas movimentações. “Não posso antecipar nada. O que sei, como cientista político, é que se Lula for candidato, será eleito no primeiro turno. Não é por outra razão que, desde o dia 7 de abril, quando foi preso inconstitucionalmente, ele só cresce nas pesquisas”.

Veja matéria completa no CadaMinuto

Comentários