Educador físico orienta sobre a prática de exercícios físicos

28 jan 2020 - 10:24

Quem pratica atividades ao ar livre devem se conscientizar que, no é preciso seguir cuidados especiais (Foto: Carla Cleto / Sesau – AL)

Que a prática de exercícios físicos é imprescindível para quem deseja ter qualidade de vida, todo mundo já sabe. Mas, àqueles que praticam atividades ao ar livre devem se conscientizar que, durante o Verão, é necessário seguir cuidados especiais, evitando que os resultados sejam o oposto do que se deseja.

O alerta é do profissional de educação física da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), Everton Carnaúba. 

Ele alerta que corridas, caminhadas, exercícios em academias ao ar livre e crossfit, devem receber atenção redobrada durante a estação de temperaturas elevadas. Isso porque, além do gasto de energia normal que ocorre durante estas atividades, a prática em meio ao Sol escaldante pode provocar uma insolação, fadiga baixa de pressão e queimaduras.

“A prática de exercícios físicos é importante para a prevenção de doenças e bem-estar das pessoas, porém, alguns cuidados devem ser tomados para evitar problemas e danos ao corpo. O ideal é buscar sempre a orientação de um profissional de educação física habilitado na área”, destaca Everton Carnaúba.

Recomendações

O profissional de educação física da Sesau ressalta que os praticantes de exercícios físicos durante o verão devem realizar alongamentos antes de começar a atividade e manter uma alimentação leve. “Outra dica importante é o consumo de líquidos, especialmente água, que deve ser feito inclusive durante a prática dos exercícios”, lembrou.

Uma das atividades mais recomendadas não as caminhadas (Foto: Carla Cleto / Sesau – AL)

Everton Carnaúba lembrou que a exposição prolongada ao sol também deve ser evitada. Ele salientou que durante o horário de maior incidência dos raios solares, de 9h às 16h, a atividade física deve ser feita de forma moderada e com a proteção adequada.

Outra dica importante, ensinada pelo profissional de educação física da Sesau aos adeptos de atividade física, é o respeito pelo limite do próprio corpo. “O corpo humano precisa de um tempo para se adaptar a prática de exercícios. Se o indivíduo exagera no ritmo e intensidade da atividade, pode sofrer lesões graves”, destacou Everton Carnaúba.

“A prática de atividades sem acompanhamento pode representar um risco para a saúde e provocar sequelas. As pessoas devem sempre procurar um profissional de educação física que pode orientar corretamente o indivíduo, aumentando a eficácia do exercício e diminuindo as chances de problemas de saúde”, reforçou o profissional de educação física da Sesau.

Por Fabiano Di Pace / Sesau – AL

Comentários