Sobre Erickson Soares

Comecei a escrever para blogs em 2012. Gosto de coisas simples e bem planejadas. Pontual, e isso não é tão bom assim.


É POSSÍVEL MUDAR A POLÍTICA?

3 outubro 2013


    A honestidade no mundo de hoje é rara. Principalmente, no campo da política, onde a maior parte dos nossos representantes políticos possui alguma pendência jurídica. A política brasileira nem sempre andou na mesma calçada da ética. Melhor dizendo, quase nunca andou. A dúvida e apatia contra a política são precedentes para que a má política seja abastecida. Para que só tomem poder aqueles que possuem terceiras intenções. A política é vista como uma área imprópria para homens de bem. Visão esta que é errada. Se pararmos para analisar que somente pelo campo da política existe a possibilidade de mudar a política. Ora, se você quer andar na chuva, você vai se molhar.
    A apatia criada contra a política é repassada para as gerações como se a política nunca terá “cura”. Ou seja, é como se a política não tivesse mais condições de reestruturar os problemas vividos no país. É fato que, certa parcela de apatia é necessária para se criar uma barreira, ou seja, para que a ingenuidade não nos force a acreditar em tudo que os políticos julgam como certo. Não estou querendo dizer que a política é um refúgio paradisíaco, e nem que é um mar de corruptos e hediondos. Porém, deve-se ter o senso crítico para perceber e analisar os fatos imparcialmente. Não se tem como mudar a política senão por ela mesma.
    O que se vê é uma juventude que não se interessa pelas possibilidades de mudança, que desacreditam antes de tentar, que preferem a desfeita. O fato de julgar a política como algo desnecessário já o faz um contribuinte para a situação de calamidade. Como já disse em outro texto, a melhoria de um conjunto depende da melhoria individual. Não existe mudança sem o primeiro passo. Não sou e nem quero ser utópico, todavia acredito que cada mobilização que fazemos move um milímetro positivo.

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.